Sob vaias, Gilbertinho defende Copa no Rio | Fábio Campana

Sob vaias, Gilbertinho defende Copa no Rio

2904-gilberto-carvalho

O paranaense Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) foi recebido sob vaias e protestos na reunião de movimentos sociais e sindicatos, no Rio de Janeiro, em que falou sobre a Copa do Mundo no Brasil. As informações são da Folha de S. Paulo, Gilbertinho foi hostilizado pela plateia de 200 pessoas. O ministro foi confrontado por reclamações sobre remoções de áreas urbanas, preconceito racial, violência contra os pobres, corrupção e falta de melhorias para educação e saúde.

A primeira manifestação em repúdio à Copa aconteceu após um integrante do movimento de moradores da comunidade do Horto, que fica dentro do Jardim Botânico, cobrar do governo federal a resolução da situação de famílias que estão há cerca de dois anos vivendo sob a iminência de serem removidas. Em apoio à manifestante, a plateia entoou o coro “não vai ter Copa”.

Constrangido, Carvalho respondeu que “as manifestações fazem parte da democracia”, mas avisou que o governo federal trabalha com governos estaduais para evitar excessos da polícia durante protestos futuros. A reunião já havia começado quando manifestantes e índios que participaram da ocupação do antigo museu do índio estenderam uma faixa atrás do ministro com a frase “não vai ter Copa”.

Carvalho chegou a se alterar quando, em certo ponto, alguns militantes debocharam de sua fala, segundo a qual “o encontro reafirmava a democracia”. “Quem está debochando da democracia deve ser amante da ditadura militar”, afirmou Carvalho, em tom elevado.

Para rebater os protestos contrários às desocupações, o ministro afirmou que em São Paulo houve oito remoções, citando o exemplo da desocupação da comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos, que aconteceu no ano passado em meio a conflitos entre policiais e moradores. “Os jovens do Rio tem mais dificuldade de ouvir”, concluiu Carvalho.


3 comentários

  1. Adolfo
    terça-feira, 29 de abril de 2014 – 19:18 hs

    Ridículo seu comentário. O Petraglia já deu a resposta aos que são oportunistas de ultima hora. Este assunto deveria ter sido discutido a anos atrás. A mediocridade reina eternamente neste estado pobre de espirito e de colunistas de plantão.

  2. FUI !!!
    quarta-feira, 30 de abril de 2014 – 5:15 hs

    Mandar um figurinista do governo para qualquer reunião é simples-
    mente brincar de casinha. O cara não vale nada e acima de tudo
    é pau mandado do governo…

  3. SYLVIO SEBASTIANI
    quarta-feira, 30 de abril de 2014 – 12:20 hs

    Este Gilbertinho está na vez para ser o novo André Vargas.” Cuidado seu moço, sanduiche não é almoço”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*