Dilma vai de 40% para 37% mas ainda ganha no primeiro turno, diz Ibope | Fábio Campana

Dilma vai de 40% para 37% mas ainda ganha no primeiro turno, diz Ibope

graficoibopeevolucao3

As intenções de voto na presidente Dilma Rousseff (PT) variaram de 40% em março para 37% neste mês, mas ainda assim ela venceria a eleição no primeiro turno se tivesse como adversários Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) ou Aécio Neves e Marina Silva (PSB), além de outros sete candidatos de pequenos partidos, informa pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (17).

Um candidato vence uma eleição no primeiro turno quando a soma dos votos válidos dos rivais é inferior ao total de votos que ele recebeu. Para a Justiça Eleitoral, os votos válidos excluem brancos e nulos. As candidaturas para a eleição 2014 somente serão oficializadas em junho, mês em que os partidos terão de realizar convenções para escolher os nomes que concorrerão.

De acordo com o Ibope, Dilma acumula 37% tanto no cenário com Aécio e Campos quanto no cenário com Aécio e Marina – na última segunda-feira (14), o PSB anunciou a chapa com o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos como pré-candidato a presidente e a ex-senadora Marina Silva como vice. Até 20 dias do primeiro turno da eleição, marcada para 5 de outubro, os partidos podem trocar de candidato.

No primeiro cenário, com Eduardo Campos, os números são os seguintes:

– Dilma Rousseff (PT): 37%
– Aécio Neves (PSDB): 14%
– Eduardo Campos (PSB): 6%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– Denise Abreu (PEN): 1%
– Randolfe Rodrigues (PSOL): 1%
– Eymael (PSDC): 0%
– Levy Fidélix (PRTB): 0%
– Mauro Iasi (PCB): 0%
– Eduardo Jorge (PV): 0%
– Brancos e nulos: 24%
– Não sabe/não respondeu: 13%

No segundo cenário, com Marina Silva como candidata do PSB, os percentuais são:

– Dilma Rousseff (PT): 37%
– Aécio Neves (PSDB): 14%
– Marina Silva (PSB): 10%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– Denise Abreu (PEN): 1%
– Randolfe Rodrigues (PSOL): 1%
– Eduardo Jorge (PV): 1%
– Eymael (PSDC): 0%
– Levy Fidélix (PRTB): 0%
– Mauro Iasi (PCB): 0%
– Brancos e nulos: 23%
– Não sabe/não respondeu: 12%

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 140 municípios entre as últimas quinta (10) e segunda (14). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos – isso significa que a intenção de voto em um candidato com 10%, por exemplo, pode variar entre 8% e 12%. O levantamento tem nível de confiança de 95% e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o protocolo BR-00078/2014.
saiba mais

Avaliação positiva do governo Dilma é de 34%, mostra pesquisa Ibope

Trio de candidatos
O Ibope também testou cenários em que apresentou aos eleitores uma lista somente com os prováveis candidatos de PT, PSDB e PSB, sem os nomes dos postulantes dos pequenos partidos.

Com Dilma, Aécio e Eduardo Campos, a presidente somaria 39%, contra 16% e 8% dos outros dois, respectivamente. Brancos e nulos seriam 26% e não sabe/não respondeu, 11%.

Contra Aécio e Marina, Dilma teria os mesmos 39%. O tucano com 15% e Marina, com 13%. Brancos e nulos somariam 23% e não sabe/não respondeu, 10%.

Espontânea

Na parte da pesquisa que avalia em quem o eleitor votaria sem que seja apresentada a ele uma lista de possíveis candidatos, 23% disseram espontaneamente que votarão em Dilma; 7% em Aécio; 6% em Lula; 4% em Marina; 2% em Eduardo Campos; 1% em José Serra; e 2% em outros candidatos com menos de 1% das intenções de voto. Na pesquisa espontânea, brancos e nulos somam 19% e não sabem/não respondeu, 37%.


12 comentários

  1. Juliano Cordeiro
    quinta-feira, 17 de abril de 2014 – 21:32 hs

    Ladeira a baixo…Fora PT

  2. Anônimo
    quinta-feira, 17 de abril de 2014 – 22:41 hs

    ESSE MINEIRINHO NÃO INSPIRA CONFIANÇA…..

  3. Analista
    quinta-feira, 17 de abril de 2014 – 22:44 hs

    Quando os antagônicos se cruzarem, a tendência vem mostrando isso, teremos uma nova realidade. Aforante a influência da
    Copa . Se a seleção sífu…..el gobierno tambien estará fundidon

  4. FUI !!!
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 5:15 hs

    Mesmo com esta descida na pesquisa infelizmente a Dilma deve
    ganhar a eleição devido à grande massa de analfabetos que se be-
    neficiam com as famosas “bolsas” e pela imensidão de eleitores in-
    teressados nas maracutaias do PT. Pode se preparar porque nos
    próximos anos vamos entrar para dentro do inferno porque tudo
    neste país está indo de mal a pior…

  5. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 8:54 hs

    Concordo com o Anônimo.

    Os votos da Dilma, no caso, não foram redistribuídos entre os demais candidatos.

  6. Luiz BR
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 10:51 hs

    Olha onde estamos! A situação é tão ruim que mesmo com todos os escândalos e corrupções, o psdb não consegue emplacar, empolgar, envolver! Que gente ruim! Que situação em “Brazi”. Desce do salto, vem pra rua! Vem pro povo, se não, não vamos desbancar os fascistas travestidos de trabalhador! Mostrem o plano nacional, tragam o debate nacional! Vamos! É agora! Onde estão as movimentações para uma arrancada????
    ACORDA!!!!! Aécio, Eduardo, Marina!!!!

  7. VERDADE
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 12:43 hs

    O que espanta não eh a queda da Dilma, mas…onde estah a oposição? Cresceu tal e qual rabo de cavalo! Cadê as propostas para o povo? Não existe…eh soh bla bla bla! E analfabetos são os que acreditam em tudo o que a mídia fala!

  8. Elton
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 16:42 hs

    Tudo indo de mal a pior mesmo: menor taxa de desemprego da história… Não to dizendo que é um bom governo, mas a Dilma é bem melhor do que o Lula… Os grandes teóricos da Ciência Política, que estudaram os partidos políticos, sempre disseram que os partidos políticos, a medida que crescem, tendem a se degenerar, são várias alas em conflitos internos disputando poder dentro do partido que está no poder – o fogo amigo é inevitável… Vejam o exemplo do PSDB na ultima eleição: alguém acredita que a escolha do Serra foi unânime? Quem fala essas besteiras em relação ao PT, fala sem conhecimento de causa, repetem boatos e expressam o preconceito e a falta de informação – são poucos os eleitores brasileiros que votam em partido, a maioria absoluta vota no candidato e nem sabe qual a coligação do seu candidato, votam na Dilma e, por falta de informação, votam em um deputado federal e em um senador da oposição… E ainda aparece reacionários dizendo que a culpa é dos programas do governo: bolsa família… mais de 500 anos de espoliação dos menos favorecidos e concentração de renda absurda e ainda tem gente que vem com essa balela de que bolsa família é a culpada do nosso subdesenvolvimento! Francamente minha gente, vamos pensar um pouco e deixar de repetir o discurso das elites. distribuição de renda é bom para o fortalecimento do mercado consumidor interno.

  9. Fernando Garcia Algarte
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 19:39 hs

    Por falar em pesquisas, tem um instituto de Curitiba(pelo menos se intitula assim) telefonando para eleitores aqui do norte do Paraná(Apucarana), perguntando sobre a intenção de voto do entrevistado, dizendo ser uma pesquisa espontânea. Prem, no caso de deputados, passam alguns nomes para o eleitor. Um caso chamou a atenção: Como passar nomes, se ainda não sabemos quem serão os candidatos? Um eleitor, me disse que ao citar o nome do seu candidato a pessoa do outro lado, informou que o mesmo não constava na lista. Ele apenas respondeu: “Então, eu voto nulo nessa pesquisa”.

  10. BinLaden
    sexta-feira, 18 de abril de 2014 – 21:32 hs

    NÃO se enganem, o IBOPE é vendido, a presidANTA não tá com essa bola toda…os PTralhas estão com os dias contados, pena que já roubaram o suficiente para levar uma vida super tranquila no exterior.

  11. sexta-feira, 25 de abril de 2014 – 20:22 hs

    eu voto em dilma

  12. Uiramar Vaz
    sexta-feira, 23 de maio de 2014 – 10:48 hs

    Onde este Ibope arrumou estas intenções de votos para Dilma, ou melhor, quanto eles estão ganhando nesta manipulação ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*