Suplente ou senador? Sérgio Souza não "desapegou" do cargo | Fábio Campana

Suplente ou senador? Sérgio Souza não “desapegou” do cargo

Já se passaram quase três meses da volta de Gleisi Hoffmann (PT) ao Senado, mas o seu suplente, Sérgio Souza (PMDB), não dá demonstração de que vá desapegar tão cedo do posto. Souza, que é candidato a deputado federal nas eleições de outubro, continua atendendo em Brasília, como se ainda estivesse no cargo.

Veja abaixo o post que o suplente disparou em seu perfil do Twitter (twitter.com/_sergiosouza) na última semana, junto com a foto acima:

“Ontem em Brasília atendi várias lideranças do PR, como prefeitas de Jardim Alegre e Califórnia, Neuza Pessuti e Ana”.

Fonte do blog informa que os suplentes dos senadores Roberto Requião (PMDB) e Alvaro Dias (PSDB) estudam cobrar do Senado espaço semelhante ao dado ao suplente de Gleisi Hoffmann.


7 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 31 de março de 2014 – 11:48 hs

    A tradição desta prática vem do próprio senado que autoriza que os suplentes que exerceram o mandato por certo tempo atuem assim. Utilizam o bottom oficial e são tratados por senador no plenário e nos corredores. Alguns ex-suplentes que o digam que não admitiam outro tratamento que não fosse o de senador. No caso dos suplentes dos outros senadores, se assumirem o cargo por certo tempo (coisa impensável no caso de certo senador furibundo) também terão estas regalias. Coisas do Brasil do nhô-nhô, seu-dotô…

  2. Zé Luiz..
    segunda-feira, 31 de março de 2014 – 15:15 hs

    DESAPEGA,DESAPEGA,DESAPEGA….OLX.

  3. Desapega
    segunda-feira, 31 de março de 2014 – 15:23 hs

    Desapega, desapega…

  4. ANDRES ESTEFANOVICH
    segunda-feira, 31 de março de 2014 – 17:33 hs

    Mas é assim, então?????Credo!

  5. Subindo o morro
    segunda-feira, 31 de março de 2014 – 22:47 hs

    Lamentável!!!

  6. Alfredo
    terça-feira, 1 de abril de 2014 – 20:27 hs

    Sergio Souza foi o verdadeiro senador do Paraná, lutou e defendeu nossas causas como o TRF por exemplo, teve a coragem de relatar a PEC do fim do voto congresso e fez amizades em Brasília, mas vai além tem responsabilidades e continua indo a Brasília para cuidar dos interesses do Paraná, mesmo sem mandato e verbas de ressarcimento.

  7. Alfredo
    terça-feira, 1 de abril de 2014 – 20:37 hs

    Em tempo ” relatou o fim do voto secreto no congresso nacional”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*