Mesmo com a chuva, persiste a greve dos educadores de Curitiba | Fábio Campana

Mesmo com a chuva, persiste a greve dos educadores de Curitiba

Mesmo com a chuva, os educadores das creches municipais de Curitiba decidiram manter a greve que já dura cinco dias. Eles mantém barracas e ficaram acampados na frente da prefeitura. O sindicato da categoria vai recorrer da decisão da Justiça do Trabalho que obriga a volta imediata dos servidores, sob pena de multa de R$ 80 mil ao dia.

Ainda conforme o sindicato, a principal reivindicação da categoria é a isonomia em relação aos professores e pedagogos das escolas municipais, além da redução da carga horária, cumprimento do piso salarial, eleição de diretoria, e aposentadoria especial. A prefeitura diz que pode garantir aos educadores a migração para a carreira de professores de educação infantil, a efetivação de 20% de hora-atividade para os educadores e o piso salarial, a partir do dia 31 de março.


3 comentários

  1. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 21 de março de 2014 – 15:24 hs

    Enquanto isso, a RPC divulga o “release” da Prefeitura, minimizando a adesão ao movimento.

    Não se deram ao trabalho (a RPC) de verificar “in Loco”.
    Nada de colocar mães chorosas, reclamando da falta de local para deixar os filhos.

    Pior, 3 dias de greve, sem sabermos a Pauta dos grevistas.
    Nem a proposta, se existe, da Prefeitura.

    Parece que a emissora, de maneira deliberada, ESCONDE a GREVE.

    Ontem, por exemplo, “o bicho pegando”, e o Jornal da RPC não mostrou.

    Preferiu matéria sobre a dificuldade para pegar um taxi.

    Juro, parecia “Jogral de Colégio”, imitando jornal.

  2. Bruno
    sexta-feira, 21 de março de 2014 – 16:35 hs

    Isso é coisa dos sindicatos… hahahahaha
    Tudo manobra para tentar desmontar o prefeito….. Que merda de coisa da oposição.. tsc tsc
    E eles agendaram com a Prefeitura e deram os canos hahahah que bizarro, tipico…

  3. Humberto Miguel
    sexta-feira, 21 de março de 2014 – 16:43 hs

    Tenho dó dos educadores na vdd, por serem a farinha dessa massa de manobra…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*