Dilma recebeu 526 projetos do Paraná e até agora só liberou R$ 1,8 bi | Fábio Campana

Dilma recebeu 526 projetos do Paraná e até agora só liberou R$ 1,8 bi

Em Ortigueira, nos Campos Gerais, o governador Beto Richa (PSDB) voltou a criticar a falta de recursos do governo federal. Durante o lançamento da pedra fundamental da nova unidade Klabin em Ortigueira, Beto Richa não poupou críticas à União na distribuição de verbas. “Santa Catarina recebeu R$ 9 bilhões e tem a metade da população do Paraná. Se tivéssemos o mesmo tratamento, teríamos recebidos R$ 18 bilhões ”, disse.

“Ou seja, no âmbito federal tudo é feito contra os interesses do Paraná. Todos os paranaenses são seriamente prejudicados por esta política obscura e mesquinha. Para que tenham uma ideia, desde janeiro de 2011 encaminhamos 526 projetos, entre financiamentos, parcerias e convênios, ao governo federal. No total, solicitamos recursos na ordem de R$ 13,4 bilhões. Foram autorizados até agora, mas não repassados R$ 4,5 bilhões e efetivamente repassados, R$ 1,8 bilhão”, destacou ao lembrar que o Paraná é o quinto estado que mais contribui com verbas para a União, porém é apenas o vigésimo terceiro para recebê-las de volta.


3 comentários

  1. Confiança no Brasil
    quinta-feira, 20 de março de 2014 – 16:45 hs

    Era o projeto do pt da gleise, quebrar o Paraná para tomar o poder. Como se o povo paranaense fosse desinformado tal qual seus militantes mais apaixonados.

  2. FUI !!!
    sexta-feira, 21 de março de 2014 – 5:06 hs

    O que fazer para combater esta discriminação ? Tire o PT do poder.
    Empurre a Gleisi e curriola para baixo !!!

  3. Zé Buscapé
    sexta-feira, 21 de março de 2014 – 9:54 hs

    Mesmo tendo que pegar o estado “quebrado” o ano que vem, com sua competência e seriedade certamente colocará a casa em ordem rapidinho… E quem sabe vocês aprendam como se administra um estado importante como o Paraná. Pena que o Beto não aprendeu nada com o pai, que foi um excelente governador.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*