Aumento represado nas contas de luz para 2015 já chega a 24% | Fábio Campana

Aumento represado nas contas de luz para 2015 já chega a 24%

Ramona Ordoñez e Nice de Paula, O Globo

As medidas anunciadas nesta quinta-feira pelo governo federal para socorrer o setor elétrico vão represar um aumento nas tarifas de energia para os consumidores de 24%, que será empurrado para o ano que vem. O gerente de Regulação da Safira, empresa de consultoria e comercializadora de energia, Fábio Cuberos, afirma que o reajuste terá que ocorrer, mesmo que de forma gradual:

— Apesar do financiamento dado agora para as distribuidoras, esses custos serão repassados para as tarifas em algum momento

Conforme cálculos feitos pela Safira, os custos no ano passado com o uso das térmicas e com a compra de energia pelas distribuidoras no mercado à vista — cerca de 3.500 Megawatts (MW) — , foram de R$ 9,6 bilhões e representaram um impacto nas tarifas de 8%. O governo tinha acertado que esse repasse seria feito em cinco anos a partir de 2014, o que acabou não acontecendo.


5 comentários

  1. marcio
    sábado, 15 de março de 2014 – 9:23 hs

    Dilma esconde aumento da luz de 2014

    O governo federal convocou uma coletiva ontem para iludir a imprensa e os brasileiros. Escalado por Dilma Rousseff, o ministro Guido Mantega anunciou um pacote de bondades para o setor elétrico, afirmando que a conta do uso das térmicas neste ano só será repassada ao consumidor em 2015. Mas não falou nada e não apresentou nada para aliviar a conta do uso das térmicas em 2013, que será obrigatoriamente repassada aos brasileiros agora em 2014, conforme a data de reajuste de cada concessionária. Pela falta de planejamento do setor de energia, do qual a própria Dilma foi ministra no governo Lula, a estiagem já afetou os reservatórios das hidrelétricas no ano passado, obrigando o uso intenso de usinas térmicas, muito mais caras e mais poluentes. O uso das térmicas em 2013 vai cair na conta do consumidor ainda neste ano, com aumento de dois dígitos da tarifa da luz, mesmo com os anúncios de ontem.

  2. Analista
    sábado, 15 de março de 2014 – 10:22 hs

    Chama a Salete Cesconeto para reler esta noticia que foi publicada em 23/01/2013, sobre a demagogia petista, que a presidanta assim se gabava:

    “BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quarta-feira, em cadeia nacional de rádio e televisão, que as contas de luz das famílias brasileiras cairão 18% e as do setor produtivo (indústria, agricultura, comércio e serviços) até 32%, já a partir desta quarta-feira. Os percentuais são maiores do que ela divulgara em setembro, também em rede nacional, e o prazo para vigência da medida foi antecipado em 13 dias. Em setembro, ela anunciara redução de 16,2% nas tarifas residenciais e de até 28% na indústria. A pretensão do governo era adotar a medida a partir de 5 de fevereiro. Ontem, em tom enfático e desafiador, a presidente classificou de “sem fundamento” as previsões de que o governo não conseguiria reduzir as tarifas de energia e descartou qualquer risco de racionamento energético, afirmando que o sistema brasileiro é “um dos mais seguros do mundo”.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/reducao-da-conta-de-luz-vale-partir-desta-quinta-feira-diz-dilma-7381051#ixzz2w2MERPtx
    © 1996 – 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

    E agora, porque só depois da eleição o consumidor vai ter que enfrentar a mentira petista e mais este assalto ao seu bolso?

  3. Helena
    sábado, 15 de março de 2014 – 10:39 hs

    O povão eleitores do pt precisa saber disso.
    A inflação vai voltar com força total.
    Projeto petista acabar com tudo que o FHC deixou para nós de bom…

  4. Vigilante do Portão
    sábado, 15 de março de 2014 – 14:44 hs

    Não vão perguntar ao Tadeu Veneri?

    Ele não vai apresentar “estudos” que indicam um reajuste…

  5. PIMENTA PURA
    domingo, 16 de março de 2014 – 7:20 hs

    Governo que “chuta” todas as previsões e depois empurra para o
    povão pagar a conta é o mesmo que ir com a comitiva a um restau-
    rante de luxo e deixar a conta para ser paga para uma mesa do vi-
    nho que nem conhece. Esta é a realidade da Dilma… porem, se
    a grande massa “acéfala” de eleitores conduzirem esta anta de no-
    vo para a Presidencia o negócio é mudar para o primeiro mundo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*