Sciarra e Malucelli agora querem a terceira via | Fábio Campana

Sciarra e Malucelli agora querem a terceira via

“Há espaço para crescimento de uma terceira via”, afirma Sciarra

Na primeira reunião aberta deste ano da Executiva Estadual do PSD, nesta segunda-feira (24), em Curitiba, o deputado federal Eduardo Sciarra e o empresário Joel Malucelli reafirmaram as pré-candidaturas ao Senado e ao governo do Paraná, respectivamente. “Tenho certeza que há espaço para o crescimento de nossas candidaturas. A sociedade paranaense quer uma terceira via para estas eleições”, disse Sciarra. “O PSD tem uma oportunidade única para se firmar neste ano como grande partido”, completou Malucelli.

Animados com os resultados dos encontros regionais do PSD em Cascavel e Foz do Iguaçu, realizados na semana passada, ambos destacaram a empolgação com que as pré-candidaturas estão sendo recebidas no interior do estado. “Dentro do PSD, é praticamente unânime o apoio à proposta de lançarmos candidatos próprios”, avaliou Sciarra. “Estamos no caminho certo porque partido que não disputa eleição não tem futuro”, afirmou.

Diante de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, autoridades e filiados presentes à reunião na sede do partido, Malucelli fez um resumo do discurso que vem repetindo no interior. “Tenho dito, em poucas palavras, que nós precisamos fazer do Paraná um estado projetado para os próximos 30 anos”, lembrou. “É preciso criar uma fábrica de projetos que sustente, com boas ideias e projetos bem elaborados, um planejamento de longo prazo”, disse.

Ele também destacou a necessidade de incrementar uma política de gestão pública mais moderna e ágil, com redução da estrutura da máquina estatal. Ele tem defendido diminuir o número de Secretaria de Estado de 23 para 12 órgãos. “Nós temos a oportunidade de revolucionar o Paraná e essa oportunidade está ao nosso alcance. Nós começamos a trilhar um caminho que pode realmente fazer parte da história do Paraná”, afirmou.

UM NOVO PARANÁ – Além de debater as pré-candidaturas do PSD para as eleições de outubro, os encontros no interior do estado têm recolhido sugestões dos diretórios municipais para o projeto “Pense um Novo Paraná”, criado em dezembro passado para elaborar o Plano de Governo 2015/2018. Além de Cascavel e Foz do Iguaçu, o PSD realizou estes encontros no final do ano passado em Maringá, Paranavaí e Boa Esperança.

O projeto “Pense um Novo Paraná” tem ouvido entidades da sociedade organizada, universidades e cooperativas. Coordenado pelo ex-secretário de Estado da Educação e de Ciências e Tecnologia, professor Ramiro Wahrhaftig o plano será finalizado em maio deste ano. Sugestões podem ser enviadas para o e-mail: penseumnovoparana@psd-pr.org.br.


4 comentários

  1. Geraldo
    segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 – 21:03 hs

    Essa é a nossa política, o Soca sabe que não tem a menor chance de ser eleito governador, mas vai negociar, vide, colocar grana preta tanto para o Betinho Stock-Car como para a Barbie; quem ganhar, em retribuição à essa jogada de me$tre, terá o compromisso de entregar todas as licitações do estado para a J.Malucelli, e assim caminha a humanidade… MORRO E NÃO VEJO TUDO!!!

  2. Geraldo
    segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 – 21:14 hs

    O “professor” Ramiro Warhaftig ( que disciplina mesmo ele ministra?), que pagou com $ público a redação de sua tese de doutorado, visando a reitoria da PUC, o que não conseguiu, muito competente e inteligente, foi um cidadão sério há muitos anos atrás numa entidade que não existe mais, chamada CITPAR. Após 8 anos como otoridade, o $angue subiu na cabeça, e esqueceu muita coisa. Prova disso, que aceitou ser o coordenador dessa far$a do Malucelli. “Professor” Ramiro, belisque a si mesmo, acorde, e pare com essa put&¨#:, vc não precisa disso…

  3. Zangado
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 0:45 hs

    Desde que sejam nóis …
    Terceira via – revelha novidade !

  4. antonio carlos
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 21:17 hs

    A pretensão do megamilionário não é descabida. Agora precisamos saber se ele vai por a mão no bolso para bancar a própria campanha, Ficar rico trabalhando para os Governos é muito fácil, é só ter bons contatos, alguma grana para começar o negócio e pau na máquina. Mas duro vai ser provar que uma terceira via é a melhor solução . Pindorama está acostumada com a dualidade situação/oposição, como mudar isto?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*