Quem é você? Diga logo | Fábio Campana

Quem é você? Diga logo

Do Ilimar Franco, O Globo:

O PSB acaba de receber pesquisa qualitativa, voltada para a classe C, aplicada nos grandes centros urbanos do estado de São Paulo. O diagnóstico sobre as eleições presidenciais é o seguinte: “A presidente Dilma não é carismática”, “Eduardo Campos é desconhecido” e “Aécio Neves é muito mauricinho”.

Os eleitores afirmam que o ex-presidente Lula sempre está por trás da presidente Dilma e que ela “não é simpática”. Implantados no governo Lula, os programas sociais mais conhecidos são o Bolsa Família e o ProUni (Universidade). É elevado o percentual de entrevistados convencidos de que há desperdício de dinheiro público na Copa do Mundo.


4 comentários

  1. SOMBRA
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 8:59 hs

    Não temos duvidas que tem desperdício de dinheiro publico para a copa, porem tem gente que continua enchendo os estádios com essa verba.
    Enquanto isso os servidores tem que aguarda 3 meses para marcar um medico. QUE PALHAÇADA…

  2. ANTI PT
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 10:41 hs

    Graças a Deus, o povo parece estar acordando para esta desgraça chamada PT. Quanto a Lula falar o que deste Chaves brasileiro?

  3. Helena
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 11:49 hs

    Não sou contra a realização da Copa do Mundo no Brasil, e SIM contra a corrupção e os superfaturamentos que desta está sendo “útil” à ROUBALHEIRA que se implantou no País desde o início das articulações para sua organização.

  4. Sociedade Responde
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 12:21 hs

    Portanto, a pesquisa não trouxe grandes novidades. Porém, é preciso mexer no xadrez político. Queiramos ou não, Aécio Neves e Eduardo Campos são hoje o temor de Dilma, cuja assessoria já descartou ganhar a eleição no primeiro turno.
    O pulo do gato, quem sabe, para o PT se manter no poder – eu disse quem sabe… – é refazer o quadro e lançar nas próximas eleições o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Até aí, quem sabe. Mas, o diferencial estaria no vice-presidente na chapa de Lula. Quem seria? Seria aquele que um dia disse que jamais seria candidato à presidente, caso Lula resolvesse se lançar. E quem foi que disse isso? Ele, Eduardo Campos, do PSB.

    Dizem, entre os mais íntimos amigos de Lula, que ele está se coçando, articulando e vai que, em cima da hora, aconteça…

    Duas dúvidas me assaltam os pensamentos: como ficaria Marina Silva, nessa estratégia. A favor ou contra? E a outra dúvida, lançada pelas inconfidências do ministro Marco Aurélio Mello que disse ter confirmado, em dezembro último, a intenção de Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal em concorrer à Presidência da República?

    E aí, será que Barbosa viria apenas para roubar votos ou a sociedade penderia a escrever um novo capítulo da história do Brasil? Hein!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*