Novo ataque de fúria e Gleisi rende piada | Fábio Campana

Novo ataque de fúria
e Gleisi rende piada

Do Cláudio Humberto, Diário do Poder:

Recém desembarcada da Casa Civil para concorrer ao governo do Paraná, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) reestreou na manhã desta quarta-feira (12) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado com um furor atípico para os trabalhos legislativos.

Com a clara intenção de manobrar para trancar a pauta do Senado, a ex-ministra do governo Dilma Rousseff pediu vistas de nada menos que nove projetos de lei da pauta da CCJ, numa espécie de faxina ao contrário na comissão por onde necessariamente passam todos os projetos de lei do Congresso.

A manobra do governo ficou tão clara que depois de alguns pedidos de vistas, o adversário paranaense de Gleisi Hoffmann, senador Roberto Requião (PMDB), brincou para o plenário da comissão após a apresentação de um projeto: “Vamos ver agora se a Gleisi não vai pedir vistas!”, o que causou uma explosão de gargalhadas, até da própria ex-ministra da Casa Civil.

Num certo momento, em ato falho, fora do microfone, a senadora disse ao senador Gim Argello (PTB-DF), líder do bloco União e Força (composto por PTB, PR, PSC, PRB, com doze senadores) : “Senador Gim, esse projeto está na sua lista para pedir vistas?”, o que demonstrou a intenção do governo de controlar a pauta da CCJ e consequentemente do Senado.

Projetos barrados

Entre os diversos projetos que tiveram pedidos de vistas, estão quatro de autoria de senadores do PMDB, incluindo um do senador José Sarney (PMDB-AP) que aumenta a abrangência da competência do Tribunal de Contas da União para julgar qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada, que utilize verbas públicas. Outro projeto barrado pela metralhadora-giratória do governo foi o PLS 496/2011, do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que torna obrigatória a elaboração de projeto executivo anteriormente à abertura de licitações para a contratação de obras e serviços.

Outro projeto, do senador Álvaro Dias (PSDB-PR), define a situação jurídica do estrangeiro no Brasil e cria o Conselho Nacional de Imigração, mas saiu da pauta a pedido da senadora Gleisi Hoffmann.


11 comentários

  1. Zé Buscapé
    quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014 – 17:47 hs

    Tem mais é que barrar mesmo, os trampa tem que se ferrar, ka, ka, ka…

  2. TROLL
    quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014 – 17:49 hs

    È a famosa “carvãozinho”! Tranca tudo ( até diarréia)
    Já trancou os empréstimos ao Paraná; demarcação de terras indígenas; pauta do Senado.
    E la nave vá….

  3. Damascus Hibiscus Pena
    quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014 – 19:32 hs

    Afinal, a pergunta que não quer calar…GLEISI tem ajudado ou não com doações as campanhas para arrecadação de fundos dos réus condenados na AP 470? Fala Gleisi, o povo quer saber….

  4. sergio silvestre
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 9:37 hs

    Pessegão,que tem a ver ela ter contribuido,a lista de doadores consta até o Jobim psdbista.

  5. ANTI PT
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 10:43 hs

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, piada mesmo aliás, a cara dela já representa uma grande piada.

  6. Pedro Rocha
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 10:43 hs

    São Paulo, na ânsia de se livrar do traste, desterrou a Ideli lá pra Ilha do Desterro.
    O prejuízo que esse ato insano já trouxe pro pujante e politizado estado sulista, é incalculável. Tanto financeiro, como político e moral.
    Nossos irmãos catarinas, putos da cara, como vingança, decidiram pagar-lhes com a mesma moeda, mandando coisa igual ou pior que a Ideli pra lá: escalaram a Gleisi pra detonar a paulicéia desvairada e berço do maldito petismo.
    O diabo é que o tiro foi curto, e a praga caiu antes, ficando enroscada no Paraná.
    E aqui a serpente ficou, e aqui a serpente está; e aprontando os diabos, a mando da direção central da quadrilha.
    Acabamos pagando o pato, sem nada a ver com a briga, acoitando em nosso já conturbado e combalido quadro político, uma das piores coisas já produzida pelo pior partido do mundo, o famigerado e criminoso petê.

  7. ANTONIO CONSELHEIRO
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 10:52 hs

    SÓ NÃO TRANCOU O GAIEVSKI

  8. Helena
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 12:21 hs

    Cordeiro com pele de lobo!

  9. Sociedade Responde
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 13:10 hs

    O Congresso Nacional precisa, a bem da verdade, se aliar aos interesses reais do povo brasileiros, que passam, obrigatoriamente, pelo básico fundamental: saúde de qualidade, educação de bom nível (pelo menos), transporte público eficiência, moralidade pública, entre outros. Não dar margem à dúvida quanto à intenção e interesse em fazer o melhor. E fazer.

    Esse negócio de aliança excessiva dá nisso: amarração dos interesses públicos, desrespeitos aos parlamentares que foram eleitos para legislar e forçar a tal base aliada – algumas, alugadas – pode trazer a ira do cidadão cansado de pedir melhorias nos serviços públicos e que nunca chega. E já temos eleições de novo.

    Em tempo: lamentavelmente Gleisi Hoffmann terá muito pouco tempo de senado para fazer, mexer e remexer com sucesso em projetos alheios em andamento, como eventualmente, em projetos próprios, já que em breve sairá candidata ao governo do Paraná e terá que se afastar do Senado.

    Eleita que foi para senadora com expressiva votação, abdicou da função para atender convite de Dilma Rousseff, para o cargo de ministra da Casa Civil. Deixou de ser estilingue no Senado para se tornar vidraça no ministério. Agora, na verdade, o tempo é curto e trabalha contra os seus interesses políticos junto aos paranaenses.

    Gleisi declinou de representar o Paraná no Senado e ficou muito tempo no ministério. Deveria ter saído do governo pelo menos com um ano de antecedência para mostrar serviço na tribuna do Senado Federal e dar voz aos seus milhares de eleitores nos quatro cantos do Paraná. Agora o tempo é curto, mas não impossível. Haja malabarismo. Quem viver verá.

  10. L.Lima
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 14:21 hs

    Essa senhora tem uma ganancia de poder incrível né?. Quer se aparecer em tudo. Será que o povo sabe que ela travou todas as verbas federais para o Paraná? E ainda vai culpar o governo e a prefeitura por não haver sede de copa no Paraná?
    Gente essa pessoa é louca demais. Vixi

  11. OCIMAR
    sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 17:26 hs

    VACA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*