Insatisfeitos do PT querem espaço perdido | Fábio Campana

Insatisfeitos do PT querem espaço perdido

40 000 reais em publicidade

Vacarezza, o porta-voz dos descontentes.

Do Lauro Jardim:

Os representantes na Câmara da chamada companheirada do PT, leia-se integrantes da corrente majoritária do partido e historicamente mais próximos de Lula, chegaram no limite com Dilma Rousseff. Essa turma perdeu prestígio, voz e cargos durante o atual governo. Agora, decidiram reagir.

O grupo petista Construindo um Novo Brasil (CNB) tem se reunido com frequência em Brasília para falar mal de Dilma. Na semana passada, decidiu-se levar a insatisfação a Aloizio Mercadante e, mais adiante, Lula.

O porta-voz e cabeça dos descontentes é Cândido Vaccarezza, antes homem-forte do Palácio do Planalto na Câmara e varrido por Dilma da liderança do governo.

Os mais próximos a Vaccarezza são José Guimarães, André Vargas, José Mentor, Zeca Dirceu, Vicente Cândido e Luiz Sérgio. O notório João Paulo Cunha, outro que compactua da queixaria, só não está mais participando da rebelião por razões práticas: está preso.

O desejo predominante é a volta de Lula já. Mas como é quase impossível puxarem o tapete de Dilma à essa altura do campeonato, a ideia é encontrar ouvidos correligionários e influentes no governo para retomarem ao menos uma parte do espaço que já tiveram.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 – 10:34 hs

    O nome é o homem…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*