Dilma determina ação da PF para apurar morte de cinegrafista | Fábio Campana

Dilma determina ação da PF para apurar morte de cinegrafista

A presidente Dilma Rousseff determinou nesta segunda-feira, dia 10, que a Polícia Federal participe das investigações no caso do rojão lançado contra o cinegrafista da rede Bandeirantes Santiago Andrade. Os médicos anunciaram hoje a morte cerebral do cinegrafista.

“Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas. E liberdade de manifestação é um princípio fundamental da democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir, agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar patrimônio público ou privado”, afirmou Dilma em uma série de cinco posts na rede social Twitter.

Santiago foi atingido por rojão lançado por um manifestante durante protesto contra o aumento da passagem de ônibus no Rio de Janeiro. Ele deixa mulher, uma filha e três enteados.


16 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 18:14 hs

    Isso é pura demagogia de efeito, jogada pra torcida. A PF tem que cumprir seu papel investigando crimes de sua competência e não crimes de competência das Polícias Civis. A inteligência (sic) das agências de informação do governo federal é que deveriam colaborar, inclusive antes dos acontecimentos trágicos, para evitá-los. O resto é conversa eleitoral para boi dormir.

  2. Anônimo
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 18:22 hs

    Não custa lembrar:

    Nas 1ªs manifestações, ainda en junho/2013, representantes do governo DILMA, diziam que as manifestações eram corretas e que o Governo de São Paulo ERROU ao reprimir os protestos.

  3. Paulo
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 19:45 hs

    Cuidado!!! Provavelmente, o objetivo da antassina é proteger alguém!

  4. PÉRICLES GONZAGA
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 20:29 hs

    LAMENTÁVEL A MORTE DE SANTIAGO:
    Quantos Santiagos abatidos anonimamente por esse país afora? ninguém sabe. A mesma imprensa que se indigna e mostra-se chorosa pela morte de um profissional de suas fileiras é aquela que buscou diminuir, hostilizar e pinçar eventuais excessos cometidos por policiais em confrontos com bandidos desse gênero.

    Sem muito exercício de raciocínio podemos podemos identificar os pais desses facínoras; são os mesmo que se mostram radicalmente contra as ações policiais: imprensa, ministério público, direitos umanos, pastoral…etccc….

  5. Jesus
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 20:33 hs

    Ué?!
    Agora a polícia “pune”? Pensei que fosse a Justiça.
    Voltou o pau-de-arara ao estilo dilma?
    Ou é apenas MAIS UM “desconhecimento” mesmo?

  6. segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 21:22 hs

    Infelizmente morre um profissional no cumprimento do seu dever!

    Entretanto, Srª Presidenta e Srs Congressistas, trabalhadores brasileiros, donas de casa, idosos etc., morrem a todo momento por assalto a mão armada, e, quando bandidos invadem a casa da vítima fazem o que bem entendem, sem dó nem piedade e fica por isso mesmo! Até porque as Leis deste país não coíbe o crime, pelo contrário, dado às suas benesses incentiva o infrator a permanecer nele. Até mesmo quando julgado e condenado o preso tem um salário maior que o trabalhador comum que acorda às 5 hs da manhã para carregar este país nas costas!

  7. Sociedade Responde
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 21:33 hs

    Com a palavra o ministro Gilberto Carvalho que tinha pelos black blocs muita simpatia, como deixou claro em muitas entrevistas. ** Os tais já fizeram a sua vítima. Agora, quem sabe, será a vez dos “rolezeiros” fazerem a sua. ** Todos muito simpáticos até pouco tempo atrás, aos olhos do Poder. ** Aliás, até Caetano Veloso posou para fotos mascarado de black bloc. ** Portanto, foram avalistas dos baderneiros e deu no que deu. ** Essa elite está devendo um pedido de desculpas à sociedade decente.

  8. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 21:45 hs

    Nunca na História desse país, a criminalidade alcançou índices tão estúpidos, como nesse undecênio lulodilmista – deveria assim se expressar o ufano ex-presidente (eu disse ex-presidente?).

  9. sergio silvestre
    segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 – 22:20 hs

    Bem ,a capa da veja esta semana era um rapaz de 15 anos com o suvaco pentelhado e já emprenhando meninas e praticando crimes.
    Pegaram o bandido,amarraram num poste,lhe deram umas pancadas e esperaram pela policia.
    O bandido deve ter irado heroi na sua comunidade,a veja o colocou como colocou o Joaquim Barbosa e outros idolos de barro que essa imprensa golpista inventa.
    O Brasil esta de volta com a revolta das aristocracias,eles estão jogando pesado a ponto de venerar um delinquente sicário.
    Acho que chega a hora de alguem com culhões tomar conta do Pais,acho que isso aqui esta podre e não é culpa do pobre,mas dessa burguesia filha d pta que temos.
    Ve se na inglaterra ou nos estados unidos um rapaz de 15 anos tem vida facil se for pego roubando ou matando.
    É prisão,e a policia americana ao contrario que nos fazem pensar senta a lenha menores e até alguns vai ter pena de morte num, futuro.
    Dizer que o inicente amarrado no poste é um defeito da sociedade que o excluiu,é uma lorota de afrescalhados.
    Se não começarmos a dar penas pesadas para estes bandidos que se dizem menores e até pena de morte para os maiores estamos sim quase sitiados.

  10. Moisés Fróes
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 2:54 hs

    Depois da morte?
    Tem que ter proatividade, prever e combater esses assassinos protegidos pelo Caetano Veloso, por um juiz e vários atores bobos da Globo.
    Os corruPTos do PT não investem em segurança e depois que acontece o crime, vem fazer política suja e que ordena para PF investigar, tem que usar a inteligência e prender antes esses assassinos.
    Fora Lulallau.
    Fora Dil-má

  11. carlos rocha
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 7:05 hs

    ESSE SENTIMENTO DA É TÃO VERDADEIRO QUE A NOITE FOI PARTICIPA EM SÃO PAULO NUMA FESTA DOS 38 ANOS DO PT, PURA DEMAGOGIA DESSA CAMBADA, ATÉ DIAS ATRAS ELA E SUES COMPANHEIROS DIZIA QUE AS MANIFESTAÇÕES ERAM LEGITIMAS.

  12. Nei
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 10:31 hs

    Isso já é prerrogativa da polícia, não precisa a senhora determinar nada. O que a senhora precisa fazer, é deixar essa ingerência atropelar o Lula daí e governar o país nos proporcionando segurança aos trabalhadores e deixar de blá blá blá….só sabem falar em Bolsa isso e aquilo, casas e mais um monte de merda…
    Ainda bem que falta pouco para vcs esvaziar onde são inquilinos a 12 anos…

  13. CEDEA
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 10:40 hs

    O Centro de Estudos, Defesa e Educação Ambiental (CEDEA) utiliza-se deste espaço para expressar o pesar de toda a sua diretoria, filiados e simpatizantes pelo falecimento da Professora Jussara Rezende Araújo da UFPR/Litoral. A professora Jussara, bacharel em jornalismos, atualmente trabalhava com arte-educação se destacou pela sua dedicação ao ensino na UEL e na UFPR-Litoral, defesa da sustentabilidade ambiental. Também era uma das maiores especialistas na cultura indígena do nosso país. Na página da UFPR-Litoral um resumo da vida dessa incrível pessoa:
    http://www.litoral.ufpr.br/nota_falecimento_jussara_araujo

  14. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 21:49 hs

    É, com culhões…

  15. Nené
    terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 – 23:03 hs

    Mais uma bravata desta hipócrita !

  16. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014 – 4:22 hs

    Lembram?

    Nas primeiras manifestações, meados do ano passado, não faltaram integrantes do governo DILMA, aplaudindo manifestantes e criticando o Governo de São Paulo.

    Explico:

    A Polícia Paulista, por determinação do governador, reprimiu atos de vandalismo dos manifestantes.

    “TOME” critica do Gilbertinho, do Rui Falcão, da Ministra dos Direitos Humanos, etc.

    Aplaudiram a BADERNA, tentaram “ganhar” algum dividendo político.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*