Absurdo não liberar o delegado Iegas, diz João Arruda | Fábio Campana

Absurdo não liberar o delegado Iegas, diz João Arruda


O deputado federal João Arruda (PMDB-PR) surpreendeu seus seguidores de uma rede social na manhã desta terça-feira (25). Crítico do atual Governo do Paraná, João Arruda afirma considerar um absurdo a não liberação do delegado José Alberto Iegas ,para atuar como secretário estadual de Segurança Pública.

“Absurdo veto do Min a liberação do Del Iegas. A justificativa da quarentena não tem base nenhuma”, disse João Arruda, sobre a desculpa encontrada pelo ministro José Eduardo Cardozo para não liberar o delegado.

“Iegas é sério e não misturaria politica com trabalho. Esse tipo de comportamento desmoraliza a oposição e da argumento para as lamentações do governador”, completou o deputado.


5 comentários

  1. Vigilante do Portão
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 11:35 hs

    Não criticou a demora em liberar os EMPRÉSTIMOS?
    É o mesmo tipo de atitude mesquinha do Governo do PT.

    É para o Paraná?

    NÃO LIBERA NADA!

  2. Zuza
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 13:17 hs

    Tá, e o nosso Delegado Federal, quero dizer, nosso Deputado Federal Francischini, não fala nada? Não defende os interesses do Paraná?
    Essa não é a área dele? Cada a influência do deputado na PF?
    Ou será que ele é mais um mesquinho que quer ver o circo pegar fogo em benefício próprio?
    Fala ai Francischini….

  3. Elias mineiro
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 17:58 hs

    Quando Beto Richa acerta o secretario,vem o Pt.corrupto pedir para tirar..E lamentavel.

  4. anibal miguel
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 19:33 hs

    será que na nossa policia militar e civil ninguém é competente? tem que buscar fora?

  5. VERDADE
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 – 22:50 hs

    E aih vai a pergunta que não quer calar: o que um Delegado da Policia Federal que trabalha na Inteligência em Brasilia quer como Secretário de Segurança em ano eleitoral? Trabalhar pelo bem do Paraná ou vasculhar a vida dos seus adversários?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*