Justiça revoga liminar que impedia shows na Pedreira Paulo Leminski | Fábio Campana

Justiça revoga liminar que impedia shows na Pedreira Paulo Leminski

Do G1 PR:

A Justiça do Paraná revogou a liminar que mantinha fechada para shows a Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba. A decisão do juiz da 4ª Vara de Fazenda Pública, Eduardo Bana, considerou que foram cumpridas as exigências feitas pelo Ministério Público (MP) para que o local pudesse voltar a receber shows, de acordo com a Prefeitura de Curitiba.

A Pedreira Paulo Leminski foi fechada para shows em 2008, após o MP ter obtido na Justiça o acolhimento de uma liminar da 2ª Promotoria do Meio Ambiente, que exigia adequações do local. A ação foi movida em nome de moradores do Abranches, bairro da Pedreira, que reclamavam do tumulto e barulho gerados em dias de shows e apresentações.

Para que o espaço possa funcionar, ainda segundo a decisão, deverão ser respeitados os termos de acordo feito entre os moradores, o MP, e a prefeitura, através da Fundação Cultural de Curitiba (FCC). “(…) Pelo que restou decidido, revogo a liminar anteriormente concedida, consignando que a realização dos eventos deverá se dar nos exatos limites do acordo”, sentenciou o juiz.

O acordo prevê um limite de até dois shows de grande porte a cada intervalo de 30 dias; que as apresentações marcadas entre segundas e quintas-feiras terminem até as 23h; que os shows às sextas, sábado e vésperas de feriados terminem até a 1h do dia seguinte; que as apresentações aos domingos terminem até as 20h; que os eventos não coincidam com clássicos ou decisões de futebol na cidade; e que haja atuação expressiva das entidades de segruança e sáude pública durante os eventos.

As adequações foram feitas pela empresa DC Set Eventos, que venceu a concorrência para reformar e administrar, além da Pedreira, a Ópera de Arame e o Parque Náutico do Iguaçu. As intervenções envolvem reformas nos sanitários, palco, pista, pista, camarins e instalações elétricas. Além disso, os equipamentos e acessos precisaram ser estruturados para atender às leis atuais de acessibilidade. A capacidade de público para eventos foi fixada em 25 mil pessoas.


Um comentário

  1. Petrukio
    segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 – 15:29 hs

    A MACONHEIRAGEM AGRADECE.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*