Em Curitiba, PT faz festa para mensaleiro | Fábio Campana

Em Curitiba, PT faz festa para mensaleiro

A APP-Sindicato, o braço sindical do PT do Paraná, organiza na próxima quinta-feira, 30, a recepção do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), mensaleiro condenado pelo STF e que aguarda mandado de prisão. Cunha vem a Curitiba para lançar a revista “A verdade, nada mais que a verdade, sobre a AP-470”. O lançamento está sendo convocada por rede de petistas na internet. “A publicação expõe todas as inconsistências desse julgamento e a arbitrariedade das prisões. O próprio João Paulo deve ser preso a qualquer momento, a partir da próxima semana”. Ás 19h na sede da APP-Sindicato (Avenida Iguaçu, 880).


19 comentários

  1. OCIMAR
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:24 hs

    ESSA É OUTRA CORJA.

  2. Sociedade Responde
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:24 hs

    Beleza! Ele faz parte da nova elite populista brasileira. A ordem é desancar o STF. Ou seja: denegrir a imagem das instituições do país. ** Com o STF sob rédeas curtas e a imprensa amordaçada – que é o que querem – a democracia brasileira passa a ser de meia-sola. E olha lá, hein?!

  3. josé Rosa
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:25 hs

    quem faz festa para mensaleiro é porque concorda com os mensaleiros.

    este país nao tem jeito mesmo.

  4. juliano cordeiro
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:26 hs

    LUGAR DE MENSALEIRO CONDENADO É NA CADEIA.

    JAULA NELLE.

  5. Joao Marcio Nantes
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:27 hs

    PRISAO PARA ELE, UNICO PAIS QUE VALORIZA OS MAL FEITOS.

    LUGAR DESSA GENTE É NA PRISAO.

  6. sergio silvestre
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:38 hs

    As explicações do João Paulo Cunha são bem mais convincentes daquelas que sairam na ISTO É.
    Vem lançar uma revista,explicando a AP 470 que já encheu o saco.
    Me parece que o Parisiense Joaquim não quer mais prender o Paulo,e continuando asim ele não vai ser o promeiro presidente negro do Brasil,mas vai ser o negro mais trapalhão do supremo.

  7. Sergio R.
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 17:59 hs

    A verdade, nada mais que a verdade? O condenado vai entregar o Lula?

  8. Sergio R.
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 18:00 hs

    A verdade, nada mais que a verdade? O condenado vai entregar o Barba?

  9. Sergio R.
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 18:01 hs

    A verdade, nada mais que a verdade? Petista falando a verdade? Revista de ficção?

  10. Confiança no Brasil
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 18:09 hs

    Mas vem cá, esse não é o Sindicato dos Professores ? Se educadores fizerem tal “recepção” para uma condenado por corrupção, que esperar da educação. Mas não deve ser verdade.

  11. Helena
    segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 – 19:41 hs

    Só faltava essa! A cara de pau dos petistas é muito pior do que a maioria pensa!!!

  12. FUI !!!
    terça-feira, 28 de janeiro de 2014 – 6:38 hs

    Sem dúvida alguma o PT de Curitiba precisa fazer uma megafesta
    ao mensaleiro João Paulo Cunha. A contagem regressiva para com
    destino a Papuda !!!

  13. tadeu rocha
    terça-feira, 28 de janeiro de 2014 – 8:38 hs

    AQUI EM CTBA FESTA DO PT, DO QUE.. PARA APLAUDI O MENSALAO NÓS AQUI NAO SOMOS OTÁRIOS PT.

  14. Renato Pereira
    terça-feira, 28 de janeiro de 2014 – 10:16 hs

    Quem sabe durante o tempo que ficará na prisão o deputado João Paulo aprenda o que é corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

  15. Irineu
    terça-feira, 28 de janeiro de 2014 – 11:25 hs

    Evidentemente quem faz festa para bandido também o é, há gosto e seguidores para tudo ainda mais em um país de ignorância política, já podem aproveitar e correr a sacolinha para as doações, eles insistem em querer mostrar que as colônias de férias impostas aos mensaleiros foi arbitrária, ora pois a única arbitrariedade é o descaso com o povo brasileiro que ainda tem que ver festinha para preso, isso é o exemplo de Brasil lá fora dominado por máfias e quadrilheiros.

  16. Adalberto Carlos Rigobello
    quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 – 13:55 hs

    Como sócio da APP fico envergonhado deste posicionamento da Entidade. Se a APP como entidade representativa dos professores deveria ser no mínimo imparcial quanto a este caso. Será que existe legitimidade estatutária para apoiar situações como esta? Veremos.

  17. Sandro
    quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 – 19:59 hs

    Diga-me com quem andas que eu te direi quem és

  18. Déborah Fait
    quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 – 20:51 hs

    Claro blogueiro, como jornalista você têm o dever ético de se basear em fontes. Pois bem, qual documento da APP Sindicato convoca para o Lançamento da Revista? Eu respondo, NÃO HÁ. Não existe. A APP Sindicato mantém suas portas abertas para qualquer movimento social realizar atividades públicas. O sindicato é mais do que salário. O sindicato dos professores é mudança na sociedade, é educação, é saúde, é democracia. É a defesa do Estado Democrático de Direito no Brasil. Como na luta pela redução da tarifa do transporte público em 2013, movimentos pelo direito da mulher, movimento LGBT, os movimentos usaram do espaço para organizar sua luta. Esses são os princípios do sindicato como diz o art. 3º do Estatuto.

  19. quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 – 9:28 hs

    Curitiba, 28 de Janeiro de 2014
    Sr. Fábio Campana:
    APP – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DO PARANÁ, entidade sindical de primeiro grau, inscrita no CGC sob nº 76.693.224/0001-32, com sede na Avenida Iguaçu, 880, Rebouças, CEP-80230-020, Curitiba-Paraná, neste ato representado pela sua diretora presidente Prof. Marlei Fernandes de Carvalho, vem requerer:
    DIREITO DE RESPOSTA.
    Com base no artigo 5º inciso V, da Constituição Federal:
    Art. 5º (…)
    V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
    Considerações:
    Na data de 27 de janeiro de 2014, foi publicado post em seu blog, cujo conteúdo esta reproduzido abaixo:
    Em Curitiba, PT faz festa para mensaleiro
    Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2014 – 17:00 hs
    A APP-Sindicato, o braço sindical do PT do Paraná, organiza na próxima quinta-feira, 30, a recepção do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), mensaleiro condenado pelo STF e que aguarda mandado de prisão. Cunha vem a Curitiba para lançar a revista “A verdade, nada mais que a verdade, sobre a AP-470″. O lançamento está sendo convocada por rede de petistas na internet. “A publicação expõe todas as inconsistências desse julgamento e a arbitrariedade das prisões. O próprio João Paulo deve ser preso a qualquer momento, a partir da próxima semana”. Ás 19h na sede da APP-Sindicato (Avenida Iguaçu, 880).
    Diante das inverdades constantes do texto, solicito o recebimento dos presentes esclarecimentos, para que sejam publicados em seu blog, como matéria original e não como comentário.
    Esclarecimentos:
    Diante das informações veiculadas na data de 27/01/2014, no blog do jornalista Fábio Campana, consideradas ofensivas ao sindicato, a APP esclarece que:
    Simplesmente cedeu um de seus auditórios para a realização de uma atividade de lançamento de uma revista. Procedimento este adotado pela entidade em outras solicitações de espaço para a realização de reuniões e lançamentos efetuados por entidades ou grupos ligados aos movimentos sociais. A utilização dos auditórios da APP sempre tem ocorrido com critérios muito democráticos.
    A direção da APP também repudia a afirmação do referido jornalista de que o sindicato é um “braço sindical do PT”. Esta é outra informação oriunda do desconhecimento. Nas direções estadual e regionais da APP-Sindicato há professores(as) e funcionários(as) filiados(as) e não filiado(as) a partidos. Há filiados, sim, ao PT, como nos demais partidos.
    Sem mais para o momento, despeço-me com cordiais saudações, contando com o atendimento do pleito.
    Atenciosamente,
    MARLEI FERNANDES DE CARVALHO
    Presidenta

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*