Cunha tinha esperança de ser preso só em fevereiro | Fábio Campana

Cunha tinha esperança de ser preso só em fevereiro

Do Painel, Folha de S.Paulo:

A última que morre Até ontem, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) acalentava a esperança de prorrogar sua sobrevida fora da cadeia. O petista torcia para que o ministro Joaquim Barbosa esperasse a volta dos colegas, em fevereiro, para submeter seu último embargo ao plenário do STF. No fim de dezembro, Cunha se dizia aliviado por não ter sido preso antes do Natal. Os outros três condenados do PT, José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, tiveram menos sorte: passaram as festas na Papuda.

Carona Cunha decidiu que faria de carro a viagem entre São Paulo e Brasília, onde deve se entregar hoje à Polícia Federal. Segundo aliados, ele faria o trajeto acompanhado do motorista.

No banco A defesa do condenado ainda não definiu se pedirá a transferência do deputado para um presídio paulista ou ou sua liberação para trabalhar. No passado, ele disse a outros petistas que gostaria de conseguir emprego em um clube de futebol de Osasco (SP).


2 comentários

  1. salete cesconento de arruda
    terça-feira, 7 de janeiro de 2014 – 13:53 hs

    Joaquim de MÁSCARA joga para o PIG.
    VIVA A BLOGOSFERA!

  2. Vigilante do Portão
    terça-feira, 7 de janeiro de 2014 – 20:28 hs

    Informação errada:

    José Genoino, embora condenado, passou as festas na casa de parentes.
    Tá em prisão domiciliar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*