Com Operação Verão, roubos caem 10% no litoral do Paraná | Fábio Campana

Com Operação Verão, roubos caem 10% no litoral do Paraná

O relatório do primeiro mês da Operação Verão 2013/14, divulgado hoje aponta a redução de 10% nos roubos (de todos os tipos) ao comparar com o mesmo período do ano passado. A redução alcançou furtos (simples e qualificado) em 5%, assim como outros crimes. Apesar da perturbação do sossego ainda ser a contravenção que mais aciona os serviços da PM no litoral, a redução foi de 34%. O registro de notificações de trânsito urbano (dentro das cidades e balneários) aumentou em 99%.

“A ação preparatória da PM, realizada desde maio até o início da Operação Verão, contribuiu largamente para a redução de alguns índices como de apreensões de adolescentes e perturbação do sossego, e estas ações vão refletir até o final da temporada”, afirma o tenente-coronel Lanes Randal Prates, comandante da operação.


7 comentários

  1. zangado
    quarta-feira, 22 de janeiro de 2014 – 19:49 hs

    Isso é óbvio – DEPOIS VOLTA !!!
    Todo ano é assim, e faz tempo.

  2. Lucas
    quarta-feira, 22 de janeiro de 2014 – 22:52 hs

    E como podem saber que a variação no índice é consequência da Operação Verão?
    No chute?
    Não poderia ser porque as pessoas, fartas de perder tempo à toa, sequer se dão ao trabalho de fazer B.O.?

  3. Lucas Noqueira
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 – 10:24 hs

    Pois é enquanto no litoral o crime diminui no interior só aumenta, também os policiais militares e civis do interior estao trabalhando na operaçao verao e desguarnecendo as cidades de origem

  4. Simões
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 – 11:15 hs

    Eu estaria feliz se o índice tivesse ficado em 10%.

    Bater palma porque reduziu 10% é brincadeira. As cidades cheias de policiais e o índice só cai este percentual. O que a policia está fazendo? Tomando banho de mar?

    Palhaçada esta notícia.

  5. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 – 11:58 hs

    E a Gazeta, deu essa notícia?

    NÃO!

    Perefere falar sobre o falso PCC e a greve “fake” nos Agentes Penitenciários.

    Aliás, quando o sujeito faz concurso para AGENTE PENITENCIÁRIO, sabe que é atividade de risco.

  6. antonio carlos
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 – 13:07 hs

    e aumentam em Curitiba e no interior do Estado. Se veste um santo desvestindo o outro.

  7. quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 – 14:54 hs

    rsssss

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*