Morre Denise Martins Arruda, paranaense ex-ministra do STJ | Fábio Campana

Morre Denise Martins Arruda, paranaense ex-ministra do STJ

Faleceu nesta quinta-feira (12), em decorrência de um câncer, a ex-ministra do STJ Denise Martins Arruda, primeira mulher a ocupar um cargo de direção no Judiciário Paranaense.

Denise inciou sua carreira na magistratura após concurso para juiz substituto, em 1966, exercendo o cargo nas comarcas de Jacarezinho e Santo Antonio da Platina. Depois de novo concurso, como juíza de direito, promovida para as comarcas de Mallet, Jandaia do Sul, Peabiru, Londrina e Curitiba.

Em 14 de setembro de 1993, foi nomeada juíza do Tribunal de Alçada, onde exerceu a vice-presidência (2001). No dia 29 de janeiro de 2002 foi promovida a desembargadora do Tribunal de Justiça do Paraná.

Indicada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a partir de 18 de maio de 2003 assumiu como ministra do Superior Tribunal de Justiça, sendo a quarta mulher do Brasil a assumir o referido cargo. Aposentou-se em 6 de abril de 2010.


4 comentários

  1. Rafael Êrico Kalluf Pussoli
    sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 – 16:52 hs

    A proba ministra Denise Arruda,irmã do saudoso,agora ao seu lado
    homen da TV Paranaense J.J.Arruda,colega de turma do Des.Tadeu Marino Costa,deixará um grande exemplo e legado de honestida,competência e retidão além de muita firmeza de caratér.
    Fica o exemplo dessa grande mulher,que deveria nominar um expressiva sala de sessões do TJ e um belo logradouro público de curitiba e de guarapuava com seu insigne nome.Descanse em paz
    MinistraDenise Arruda,ao lado de seu estimado e saudoso irmão.

  2. sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 – 20:49 hs

    Minha amiga Doutora Denise. Filha do Dr. Oscar Virmond de Arruda e Dona Elza Martins de Arruda, trabalhei com o pai dela em Ivaiporã, pois ele era procurador da Cia de Colonização Ubá do Vale do Ivai, lembro dela quando ela chegava na Fazenda do Bugre, em Jardim Alegre, pois ela vinha de Curitiba com as amigas………… uma baita de uma juiza………… lógico a fruta não cai longe do pé……pois o pai dela também foi………… Adeus doutora……..va com Deus.Seu amigo de familia João Feio.

  3. Leila Cristina Rosa
    domingo, 12 de julho de 2015 – 19:53 hs

    Eu sou filha da dona Irma que trabalhou durante oito anos no apartamento da Dra. Denise para minha mãe e para a nossa família fica a saudade de uma grande mulher. É uma grande honra ter conhecido pessoa tão correta, distinta que construiu uma grande carreira profissional, mas acima de tudo um grande ser humano com muita humildade que sempre tratou seus funcionários, com muito amor, respeito e consideração. Pedimos a Deus que acolha a essa filha tão amada e que ela esteja com o seu querido irmão.

    Leila

  4. José Marcelo Cintra de Campos
    terça-feira, 23 de abril de 2019 – 23:18 hs

    Tive a honra de conhecer a Ministra Denise logo que ela chegou ao Superior Tribunal de Justiça.
    Uma dama tamanha a sua ternura e educação.
    Que Deus esteja ao seu lado, Dra.Denise 🙏

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*