Decisão do STF sobre doações de campanha é 'invasiva', diz Calheiros | Fábio Campana

Decisão do STF sobre doações de campanha é ‘invasiva’, diz Calheiros

De Júnia Gama, O Globo:

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL, foto abaixo), afirmou nesta quarta-feira que considera “invasiva” a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para decidir a respeito das doações de empresas para campanhas políticas. Em julgamento que está em curso, o Supremo tende a proibir essas doações, hoje permitidas pela legislação eleitoral.

– Acho que é uma coisa meio invasiva, com a qual o Congresso não pode e não vai concordar. A melhor reação é sempre lembrar que quem recebeu a delegação do povo para legislar é o Congresso, e não o TSE. Só o Congresso pode fazer as leis, é importante que o Supremo e o TSE saibam disso – afirmou Renan.

Leia mais em Calheiros diz que decisão do STF sobre doações para campanhas é ‘invasiva’


3 comentários

  1. TROLL
    quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 – 10:16 hs

    O canalha aí da foto esqueceu que o povo delegou mandato para legislar com seriedade e em favor do povo.
    Maracutaias e falcatruas é só o que se vê! E o “distinto” aí ainda vem dar uma de moralista? Esqueceu de se olhar no espelho?
    Perdeu a chance de ficar quieto.

  2. luiz
    quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 – 23:30 hs

    Mesmo que a lei não diga de forma minuciosa, concorrer em vantagem desproporcional na eleição é inconstitucional!
    Ora, o aporte de recursos por empresas causa uma desproporcionalidade!
    Lógico que poucas empresas investiriam na campanha do “Zé busca pé”, mas do Dr. Fulano seria diferente!
    Esta porta não pode ser aberta, sob pena de termos uma democracia para as elites, ou de conto de fadas.
    Nem que os Renans queiram fazer uma nova lei, de nada servirá, pois sempre será inconstitucional!

  3. Helena
    sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 – 10:48 hs

    Também acho Senador, é “invasiva” aos interesses particulares dos políticos corruptos…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*