Zero a zero no coração de Barroso | Fábio Campana

Zero a zero no
coração de Barroso

Do Lauro Jardim:

O julgamento da Adin das biografias no STF será um momento de reencontros para o ministro Luís Roberto Barroso. Tanto a advogada do Procure Saber, Ana Paula de Barcellos, quanto o advogado da Associação Nacional dos Editores de Livros (Anel), Gustavo Binenbojm, foram sócios, ou melhor, “braços direitos” de Barroso, como ele mesmo diz.

O ministro só não concorda que essas relações o impeçam de julgar a Adin. Sentencia Barroso:

– Afetivamente, daria empate.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 4 de novembro de 2013 – 12:46 hs

    Quando os juízes substituem a lei pela poesia e o livre convencimento jurídico pela afetividade, as cortes viram academia de letras e a justiça se esboroa. E, nós, pagamos a conta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*