Supremo pode definir penas finais de 13 réus do mensalão | Fábio Campana

Supremo pode definir penas finais de 13 réus
do mensalão

Do Valor:

O Supremo Tribunal Federal (STF) pode determinar, a partir de amanhã, que 13 condenados no mensalão comecem a cumprir suas penas. A discussão será no julgamento da segunda rodada de embargos de declaração no processo – recursos usados para questionar omissões ou contradições na decisão.

Os segundos embargos estão na pauta do STF de quarta e quinta-feira. Se entender que esses recursos foram usados com o objetivo de atrasar o processo, como fez recentemente em circunstância semelhante, a corte pode determinar o cumprimento imediato das penas. Dos 13 réus nessa situação, dez foram condenados à prisão, enquanto três cumprirão penas alternativas.

Entre os condenados que já podem ter a prisão decretada estão os deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT), além dos ex-deputados Roberto Jefferson (PTB-RJ), Pedro Corrêa (PP-PE) e Bispo Rodrigues (PL-RJ). Todos pegaram pena em regime semiaberto, no qual o condenado dorme na prisão e pode sair durante o dia.

Já o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato e o ex-dirigente do Banco Rural Vinicius Samarane foram condenados a prisão em regime fechado, e também já podem começar a cumprir as penas. “A quarta-feira promete”, resumiu ao Valor o ministro Marco Aurélio Mello.

Leia mais em Supremo pode definir penas finais de 13 réus do mensalão.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*