Pessuti agrada Gleisi e revolta deputados | Fábio Campana

Pessuti agrada Gleisi e revolta deputados

O ex-governador Orlando Pessuti já percebeu que para agradar o governo federal, onde tem dois suculentos cargos, precisa assegurar que seu partido, o PMDB, tenha candidato próprio na sucessão do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), em 2014. Isto porque a trupe petista entende que a única alternativa para não sofrer uma derrota vexatória em 2014, depende da candidatura do senador Roberto Requião(PMDB), inimigo declarado de Pessuti.

Esta semana, Pessuti foi na imprensa declarar que está “junto” com Requião na candidatura própria do partido. Só que a atitude desagradou seus até então aliados de primeira-hora, os deputados estaduais. Só para recordar, foram eles que garantiram a Pessuti, no ano passado, a primeira vitória sobre Requião, na eleição do diretório estadual.

Pessuti está agradando Gleisi, Paulo Bernardo e o PT. Já os demais aliados, incluindo o presidente do PMDB Osmar Serraglio, que sonha com uma candidatura a vice, parece que irão ficar a ver navios.


7 comentários

  1. Miguel
    domingo, 10 de novembro de 2013 – 16:51 hs

    EMPREGADOS OBEDE CEM ORDENS. SABUJOS LAMBEM OS SAPATOS. PESSUTI NAO SE CINTENTOU EM SER APENAS EMPREGADO….

  2. Sergio silvestre
    domingo, 10 de novembro de 2013 – 17:17 hs

    Escutei e li muito no blog,isso de derrota vexatória na eleição de prefeito de Curitiba e deu no que deu.
    Cuidado com aqueles que dizem que não sabe ou não tem voto definido,isso dá 75%

  3. Joao
    domingo, 10 de novembro de 2013 – 22:05 hs

    O pessuti parece estar meio perdido……..

  4. joao
    domingo, 10 de novembro de 2013 – 23:10 hs

    vexatorio vai ser pro psdb não ir pro segundo turno igual curitiba com o ducci kkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. haydn
    segunda-feira, 11 de novembro de 2013 – 7:08 hs

    Três candidaturas dividem por três o eleitorado;
    Se o Pessutti enrolar uma candidatura a vice da Gleise, soma o dividendo e a esperiencia que já tem o Pessutti, e libera o PMDB para lançar o Requião à Presidencia em 2014;
    Então ficaria a Gleise e o Pessutti no Paraná; A Dilma e o Temer, e o Requião e seu vice para a Presidência;
    Ficaria redondo;

  6. Elton
    segunda-feira, 11 de novembro de 2013 – 15:28 hs

    Como cansei de ouvir no ano passado: “o Fruet caminha para uma derrota vexatória”… Deu no que deu…

  7. Sérgio
    segunda-feira, 11 de novembro de 2013 – 18:13 hs

    É… Só dá 2º Turno se o Requião entrar. Senão, reeleição!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*