Copel vence leilão e vai investir R$ 1,6 bi no PR | Fábio Campana

Copel vence leilão e vai investir R$ 1,6 bi no PR

Nesta quinta-feira, 14, a Copel venceu dois lotes do leilão de empreendimentos de transmissão de energia da Agência Nacional de Energia Elétrica. Os dois leilões somam investimentos de R$ 1,63 bilhão em obras no Paraná e em São Paulo. “É uma grande conquista, com obras que vão melhorar o sistema de energia em nosso Estado e também vão gerar mais rentabilidade à Copel, que vem num ritmo forte de crescimento nos últimos anos”, disse o governador Beto Richa.

O lote A, o maior do certame, foi conquistado pela Copel em parceria com a estatal federal Furnas. O lote é composto por 847 km de linhas de transmissão no Paraná e em São Paulo, uma subestação nova e duas ampliações de subestações, com investimento de R$ 1,566 bilhão. Esse conjunto de obras permitirá que energia gerada nas grandes usinas no Norte chegue às regiões Sul e Sudeste do País. “Investir nesses empreendimentos significa levar o padrão de qualidade Copel para um dos maiores projetos de transmissão previstos para os próximos anos no Brasil”, afirmou Lindolfo Zimmer, presidente da Copel.

Já o lote F foi arrematado de forma isolada pela Copel e inclui uma subestação e uma linha de transmissão com 33 km de extensão a serem instaladas na Região Metropolitana de Curitiba. O investimento total previsto para o projeto é de R$ 69 milhões.


Um comentário

  1. Aguirre
    sexta-feira, 15 de novembro de 2013 – 13:53 hs

    Ainda bem que alguém ainda acredita na possibilidade de aumentar a rentabilidade da Copel, apesar do enorme esforço do governador em abaixa-la ao não autorizar o repasse do último aumento da tarifa autorizada pela ANEEL.
    O inesquecível governador Requião com o mesmo comportamento provocou um prejuízo bilionário à Copel cujo efeito se transformou até em tese de doutorado que prova como a intervenção política causa prejuízo financeiro bilionário em estatais.
    O efeito da interferência do governo Richa na Copel já pode ser observada ao compararmos o seu lucro sobre o capital próprio com o de outras empresas semelhantes. Enquanto a CEMIG apresenta um lucro anualizado de 33,11%, a Light de 18,23%, a Copel se apresenta com apenas 6,18%, ou seja um lucro abaixo do que é considerado medíocre para uma sociedade anonima.
    Mas não vamos perder a esperança. Vemos que o governador está agindo para mudar a atual situação da Copel ao nomear uma nova diretoria, tanto na holding como nas subsidiárias, recheada de parentes de políticos. Agora a rentabilidade deve aumentar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*