Após fechar por falta de remédios, pronto-socorro do Evangélico reabre | Fábio Campana

Após fechar por falta de remédios, pronto-socorro do Evangélico reabre

Do G1 PR:

O pronto-socorro do Hospital Evangélico, em Curitiba, que estava fechado desde a manhã de terça-feira (26), reabriu na tarde de quarta-feira (27). De acordo com a assessoria de imprensa, a interdição ocorreu por causa da falta de repasse de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) nos meses de outubro e novembro deste ano para a compra de medicamentos e de materiais básicos utilizados no setor. Com o fechamento, houve superlotação de pacientes nos prontos-socorros de outros hospitais públicos da capital. Entre eles, o Cajuru e o Trabalhador.

Ainda conforme o hospital, a normalização do serviço ocorreu porque a direção comprou os remédios e produtos que estavam faltando. Na manhã desta quinta-feira (28), o atendimento era normal no setor.

Dívida
O valor da dívida do SUS referente aos meses de outubro e novembro, segundo o Evangélico, chega a R$ 5 milhões. O hospital também alegou que o SUS não teria pago outros recursos de 2012 ao hospital no valor de R$ 6 milhões.

Em nota oficial, a Secretaria Municipal da Saúde, responsável pelo repasse de verbas do SUS ao hospital, disse que repassou para a Sociedade Beneficente Evangélica (SEB) – gestora do Hospital Evangélico de Curitiba – aproximadamente R$ 67 milhões entre janeiro e novembro de 2013. “As parcelas da dívida referente a 2012 estão sendo pagas em dia, assim como os repasses mensais deste ano”, afirma um trecho da nota.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*