Dilma virá ao Paraná na terça-feira e dará entrevista para a Banda B | Fábio Campana

Dilma virá ao Paraná na terça-feira e dará entrevista para a Banda B

Da Denise Mello, Banda B:

A presidente Dilma Rousseff (PT) virá ao Paraná na próxima terça-feira (29) anunciar investimentos da área de mobilidade urbana. A visita foi confirmada pela assessoria de imprensa da presidência da República. Dilma vai a Foz do Iguaçu, mas antes, passará por Curitiba e dará entrevista especialmente para a Rádio Banda B e também para a Rádio Cultura, de Foz. A entrevista pela Banda B será feita pelo apresentador Luiz Carlos Martins e deve acontecer no Aeroporto Afonso Pena, com transmissão ao vivo pela manhã.

“O tempo é curto, mas iremos levar à presidenta questões específicas do Paraná. Quero perguntar a ela, por exemplo, o que o governo federal pode fazer pelos hospitais universitários, em especial o Hospital de Clínicas que, recentemente, fechou 94 leitos por falta de funcionários”, revelou Martins.

Em Curitiba, não há a informação sobre a agenda de Dilma, mas, segundo o vice-presidente da Câmara Federal, deputado André Vargas (PT), ela deverá se encontrar com o prefeito Gustavo Fruet e tratar de temas que incluem a mobilidade urbana.

Em Foz do Iguaçu, a presidente deverá participar da inauguração de obras no aeroporto internacional do município e visitar a Usina Hidrelétrica de Itaipu. A agenda de Foz também não foi confirmada oficialmente.

A última visita da presidente ao Paraná foi no início de outubro, Mourão. Na ocasião, a presidente inaugurou um trecho de 18,7 quilômetros da BR-487, mais conhecida como “Estrada da Boiadeira”, e entregou 179 máquinas para os municípios, entre retroescavadeiras, caminhões-caçamba e motoniveladoras, destinadas à recuperação de estradas rurais.


Um comentário

  1. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 25 de outubro de 2013 – 23:02 hs

    Poderia explicar porque cortou 5 bi da saúde no orçamento de 2012 e fica por ai arrotando amor à pobreza.

    Poderia explicar porque vetou o plano de carreira dos médicos e fica instigando a população contra a classe média.

    Na magistratura, existe plano de carreira. O juiz, promotor, vai pro interior, porque ele sabe da ascensão e da segurança no serviço público.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*