Dilma vai pagar mais R$ 1,3 bi em emendas | Fábio Campana

Dilma vai pagar mais R$ 1,3 bi em emendas

A presidente Dilma já está refém da base aliada no Congresso Nacional. Em campanha para 2014, o Planalto fez mais uma concessão aos deputados e senadores para assegurar apoio à campanha da reeleição de Dilma: elevar em até R$ 1,3 bilhão os recursos pagos em emendas parlamentares individuais. A mudança eleva de R$ 6,8 bilhões para R$ 8,1 bilhões os recursos para emendas individuais obrigatórias.

O aumento se dará através de PEC e se aprovada ainda este ano, agrada à base aliada porque aumenta a fatia de recursos em emendas em pleno ano eleitoral que o governo fica impedido de não pagar – ou contingenciar, no jargão orçamentário. Ela pode impulsionar à campanha de reeleição dos congressistas – toda a Câmara e um terço do Senado serão renovados em outubro de 2014.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 17 de outubro de 2013 – 10:39 hs

    Já tô vendo deputados e senadores da base aliada distribuindo ambulâncias, ônibus e tratores pelaí…

  2. sandra arendt
    quinta-feira, 17 de outubro de 2013 – 10:49 hs

    Não é a “Mônica” que pagará, somos nós. Iinfelizmente, de brinde, ainda temos que arcar com mais esta despesa de campanha eleitoral!

  3. sandra arendt
    quinta-feira, 17 de outubro de 2013 – 10:55 hs

    Não é a “Mônica” que pagará, somos nós. Infelizmente, além de tudo, de brinde, ainda temos que custear mais esta despesa de campanha eleitoral! Atualmente PEC sugere outro significado: Proposta de Emenda à Corrupção!.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*