Audiência critica fórmula de Gleisi para o porto | Fábio Campana

Audiência critica fórmula de Gleisi para o porto

A Agência Nacional de Transporte Aquaviários (Antaq) realizou nesta segunda-feira (21), a audiência pública dos processos licitatórios dos arrendamentos do Porto de Paranaguá. A audiência, realizada no Teatro Municipal da cidade, que contou com a participação de todos os setores envolvidos na atividade portuária, foi marcada por inúmeras criticas à proposta defendida pela ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

Mais de 600 pessoas lotaram o espaço para discutir o pacote de arrendamentos apresentado pelo governo federal, no final de setembro. A representante da Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABPT), Luciana Guerise, afirmou que “os estudos não têm exatidão de áreas, não apresentam listas de inventário – o que impossibilita que quem adquire a área saiba o que consta -, apresentam ainda erros de valores. Enfim, eles cometem erros primários”.

Para o diretor técnico da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Nilson Hanke, o plano proposto será uma perda de oportunidade de expansão do Porto de Paranaguá. “Isso acabaria represando mais custos para o setor produtivo. Esperamos que sejam sensíveis aos apelos que estão sendo feitos aqui nessa audiência de hoje”, conclui Nilson.

O secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, disse que as manifestações da comunidade converge com o posicionamento do Governo de Estado. “Saio satisfeito daqui hoje porque as manifestações que ouvimos nos dão a certeza de que estamos no caminho certo. A comunidade portuária compactua do nosso posicionamento. Parece-me que se o intuito do governo federal é mesmo dar celeridade, aumentar a competitividade e eficiência, ficou claro que este plano já existe e é o nosso. O plano apresentado pelo governo federal apresenta muitas inconsistências”, avaliou o secretário.


3 comentários

  1. j
    terça-feira, 22 de outubro de 2013 – 6:29 hs

    Esta Gleisi não sabe nem onde fica o porto de Paranaguá !!!
    Do jeito que tem lutado pelo Paraná deve imaginar que o porto
    fica logo ali no Maranhão…

  2. Zé Buscapé
    terça-feira, 22 de outubro de 2013 – 9:30 hs

    É realmente este “pessoal” esta mobilizado e indignado com os termos de concessões do porto de “Paranaguá”, será que se arrependem de com tantos anos de ter o poder nas mãos foram negligentes e gananciosos? Ainda não caiu a ficha desta “turminha” que novos tempos estão vindo e que vislumbramos uma luz no fim do túnel…

  3. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 22 de outubro de 2013 – 10:06 hs

    Alguém precisa soprar para a Antaq que porto é um local onde os navios se encostam para carregar e descarregar mercadorias e passageiros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*