Aprovada fusão das secretarias de Esporte e Turismo | Fábio Campana

Aprovada fusão das secretarias de Esporte e Turismo

A Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira a fusão das secretarias de Esporte e Turismo do Paraná. A mudança ocorreu devido a um acordo do Governador Beto Richa com o trade turístico, após diversas reuniões com o presidente da Associação Comercial do Paraná, Edson Ramon, que capitaneou o processo evitando que o setor de turismo ficasse subordinado a secretaria de Cultura e, conseqüentemente, relegado a segundo plano.

O deputado Ney Leprevost que é presidente da Comissão de Esportes e líder da Frente Parlamentar de Defesa dos Empregados e Empregadores dos setores de Turismo e Gastronomia, disse que o governador está cumprindo um acordo com as entidades que representam o setor de turismo.

“O turismo é uma indústria ambientalmente correta, geradora de empregos e renda para os municípios Não poderia ficar relegado a segundo plano”, afirmou Ney.

COORDENADOR DO TURISMO

O pleito atendido por Richa é que abaixo do secretário de turismo e acima da estrutura da Paraná Turismo que será fortalecida, existirá um coordenador estadual.

Também será criado um Conselho de Turismo que irá funcionar como órgão consultivo da secretaria e será aberto, por sugestão de Leprevost, concurso público para chamar técnicos de turismo, eventos e hotelaria para a nova equipe.

Leprevost lembrou que o período em que o Esporte e o Turismo do Paraná mais tiveram destaque, foi exatamente entre 1999 e 2000, quando mais de 18 mil pessoas, de mais de 60 países, visitaram o Estado por ocasião da ABAV 99. E foram, na área de esportes, criados o Piá Bom de Bola e os Centros de Excelência. Na época as duas áreas estavam agrupadas em uma só secretaria e tinha como gestor o próprio Leprevost.

“Quem faz a pasta é o secretário. Se o gestor for competente e a equipe trabalhar unida, não importa o nome que dão a secretaria”, afirmou Ney.


4 comentários

  1. Fernando
    quarta-feira, 30 de outubro de 2013 – 8:58 hs

    Fusaão????

  2. gilmar
    quarta-feira, 30 de outubro de 2013 – 13:15 hs

    Não deveria nem ser fundida, deveria era ser bem administrada, assim como todo o resto do Paraná!!! Ao menos a Cultura manteve um pouco mais de oxigenação…

  3. VOLTA NEY
    quarta-feira, 30 de outubro de 2013 – 18:41 hs

    A DECISÃO DO GOVERNADOR FOI MUITO ACERTADA E MAIS ACERTADA SERIA SE COLOCASSE O NEY COMO TITULAR DA PASTA.QUEM SABE TERIAMOS O ESPORTE TRATADO DE UMA FORMA SÉRIA E O TURISMO COMO MERECE UM ESTADO TÃO RICO COMO O NOSSO.GOVERNADOR TENTE ACERTAR

  4. sandra arendt
    quinta-feira, 31 de outubro de 2013 – 16:13 hs

    É imcompreensível que uma área tão importante como o Turismo tenha sua Secretaria de Estado (criada em 2003) extinta. Posso falar com propriedade pois trabalhei lá, e o problema é a administração, sempre foi. Além do que já tivemos uma Secretaria de Esporte e Turismo (extinta em 2001). Não entendo no que essas reformas vão adiantar. Insisto, o problema maior não são as pastas em si, mas a administração delas. Já passou da hora do Governador Beto Richa nomear nestas duas pastas (esporte e turismo) Secretários (bons gestores)comprometidos com a boa administração de recursos públicos e focados prioritariamente na gestão da pasta, mesmo que tenham perfil político (sei que, via de regra, não se foge disto), porém pelo amor de DEUS, coloque Diretores Gerais, Administrativos e de Área que conheçam muito bem suas áreas e como funciona a administração pública, e que entendam que não estamos tratando de empresas privadas (onde se pode fazer o que quer, independentemente de leis, decretos que devem ser respeitados).Então o Governador terá uma grata surpresa: seu plano de governo deslancha! Pronto falei!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*