Planalto demite assessor apontado como lobista de esquema de corrupção | Fábio Campana

Planalto demite assessor apontado como lobista de esquema de corrupção

De Fábio Fabrini, Andreza Matais e Fausto Macedo, Estadão:

Brasília – A ministra Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência (SRI), demitiu no início da noite desta sexta-feira, 20, o assessor especial Idaílson José Vilas Boas Macedo. A decisão foi tomada após o estadao.com.br revelar que, segundo o inquérito da Operação Miqueias, da Polícia Federal, o assessor atuava como lobista da quadrilha acusada de pagar propina a prefeitos para direcionar investimentos de fundos de pensão municipais.

Em nota, a SRI anunciou que Idaílson “está exonerado de suas funções a partir da data de hoje”. A ministra determinou também a abertura de sindicância para apurar as acusações contra ele.

Idaílson é filiado ao PT de Goiás e foi nomeado assessor da SRI em março do ano passado. Segundo a PF, intermediava negociações entre prefeitos e um “pastinha”, como são chamados os aliciadores do esquema. Negociações teriam ocorrido dentro do Palácio do Planalto. Procurado, Idaílson não foi localizado. A reportagem deixou recados na caixa postal de seu celular e no seu local de trabalho.


8 comentários

  1. Pedro Marquetti
    sexta-feira, 20 de setembro de 2013 – 20:43 hs

    Qual é mesmo o partido do Assessor Especial, Idaílson Macedo? –
    O cara é do PT? – Não pode ser. O PT é o único partido que não rouba, e não deixa roubar…
    Sei, sei…

  2. Dieter
    sexta-feira, 20 de setembro de 2013 – 21:08 hs

    A presidência demitiu, mas tem que ver o quanto a presidência cobrou de taxa de suceso sobre os 300 milhões.

  3. NA CORDA BAMBA
    sábado, 21 de setembro de 2013 – 6:03 hs

    Do jeito que as coisas andam dentro do Planalto e do PT assessor
    que é assessor tem que ser corrupto. Esta é o requisito número um
    para ser indicado. É gozação mesmo !!!

  4. Tiro Curto
    sábado, 21 de setembro de 2013 – 9:46 hs

    Esta notícia é simplesmente mais uma desta turma de uma empresa chamada de ” partido dos trabalhadores”. É mole? E dizer que quase fiz parte desta ” organização”, só não entrei para o esquema por que era muito ingênuo e não concordava em ser filiado e ter que dar 20% do meu salário para os ” chefes”. É só esperar que na próxima semana teremos mais um na relação da Polícia Federal.

  5. HENRY
    sábado, 21 de setembro de 2013 – 11:18 hs

    SEM NOVIDADE NENHUMA. MAIS UM corruPTo DO pt “Partido do Trambique”. COMPROVA QUE ISSO NÃO É PARTIDO E SIM UMA QUADRILHA.

  6. Gardel
    sábado, 21 de setembro de 2013 – 11:39 hs

    AIdaílson é apenas mais um petista ladrão que vivia sob o manto petralha, se a mídia não denunciasse o espertalhão, Ideli Salvatti jamais ia demiti-lo. Como tenho dito, o PT gosta de posicionar seus comparsas em posições estratégicas para assegurar suas prerrogativas. Os projetos petista, nunca se âncoram na a razão, além disso, jamais são conduzidos para o bem e beneficio de todos.

  7. antonio carlos
    sábado, 21 de setembro de 2013 – 12:07 hs

    A coisa anda mesmo feita entre os assessores da dupla de ministras, um foi mandado embora porque é pedófilo, e agora outro toma o mesmo caminho da rua porque lobista de quadrilheiros. Mas não podia ser diferente, esta mania que os donos do poder tem de só empregar a companheirada só pode dar nisto mesmo, roubalheira e incompetência.

  8. Helena
    domingo, 22 de setembro de 2013 – 9:10 hs

    Até quando essas demissões vão acontecer? Pelo jeito não vai sobrar ninguém!!! É um pecado o nosso gigante Brasil ser governado por essa gentalha ladroeira e corrupta, que até o STF está sendo contaminado. Em quem iremos confiar, DEUS????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*