Paulo Bernardo manda descontar os salários de carteiros em greve | Fábio Campana

Paulo Bernardo manda descontar os salários de carteiros em greve

Do sindicato de bancários, Paulo Bernardo (Comunicações) tomou outro rumo. Mandou os Correios descontarem os dias parados dos salários dos funcionários que estão em greve desde o dia 17 de setembro. “Se eles pediram para o TST julgar a greve, como podem tomar a decisão e descontar? Inclusive tem que ver quem deu margem à greve, o Tribunal que tem que julgar isso”, diz Anaí Caproni, da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios.

O dissídio coletivo dos Correios deverá ser julgado pelo TST porque não houve acordo entre a empresa e os trabalhadores.


6 comentários

  1. JERRY PILATI
    quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 12:43 hs

    só podia ser da leia do PT….quem te viu quem te vê pt

  2. tadeu rocha
    quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 13:52 hs

    e os banco vao ficar até quando essa nogeira, os banco tem um lucro fantastico e nós vamos para juro , é só no brasil mesmo , reaja brasil.

  3. antonio carlos
    quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 13:58 hs

    Volte atrás PB, porque a gente gosta de fazer greve mas não gosta de ter desconto no salario. E quem for descontado hoje, não vota na patroa no ano que vem. Já pensou em quantos votos ela vai perder?

  4. Gardel
    quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 14:40 hs

    Essa atitude do ministro petista serve para mostrar a forma utilizada para tratar o trabalhador. O carteiro devia ser melhor remunerado pelo fato de enfrentar as intemperes como sol, chuva e frio para cumprir suas obrigações. Essa forma de agir, somente piora o conceito dos ptralhas pois suas ações servem somente para alimenta à ira pública. Os petistas adoram fragilizar as instituições e fomentar o desrespeito e possui inegável capacidade de induzir à criminalidade.Seus objetivos não são nobres, não valoriza o coletivo.

  5. quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 17:55 hs

    Vão descontar dele o rombo que ele deu no fundo de previdência dos empregados quando “aplicou” uma nota nas empresas do Eike X e o dinheiro virou pó de traque !

  6. BOCUDO
    sexta-feira, 27 de setembro de 2013 – 4:47 hs

    Paulo Bernardo e Gleisi… são ministros por acaso. Hoje pode-se
    dizer que são papagaios de pirata da Dilma e companhia.
    Cortem os salários e serão mais milhares de votos a menos para a
    chefe Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*