Homem quebra ônibus e troca socos com passageiro ferido | Fábio Campana

Homem quebra ônibus
e troca socos com passageiro ferido

Da Banda B:

A revolta de um passageiro que não conseguiu embarcar em um ônibus no Terminal do Cabral, em Curitiba, causou tumulto e movimentou viaturas da Polícia Militar (PM) na noite desta segunda-feira (2). Anderson Antunes da Silva, de 32 anos, acabou preso no Terminal do Cabral por dano qualificado e lesão corporal. O passageiro arremessou um coco contra o coletivo, causando estilhaço na janela. Outro passageiro que estava dentro do ônibus se feriu e, mesmo assim, deteve o homem.

A confusão teria começado por volta das 20h quando Silva tentou embarcar no ônibus Cabral/Maracanã. O motorista do ligeirinho fechou a porta antes do embarque de Silva, o que causou a fúria no passageiro. Imediatamente, ele saiu à caça de algo que pudesse arremessar contra o coletivo. E achou. Próximo de um banco de madeira, Silva encontrou um coco verde e correu para jogar no ônibus, em forma de protesto. O coco acertou a janela do ônibus, que estilhaçou na hora, atingindo outro passageiro que estava dentro do ônibus.

Esse mesmo passageiro que acabou ferido foi o mesmo que desceu do ônibus e rendeu o acusado até a chegada da polícia. Houve tumulto e troca de agressões. O motorista do ligeirinho, que fechou as portas antes do embarque do homem, disse à Banda B que é comum essas atitudes dos passageiros. “Ele não conseguiu embarcar e arremessou um coco, que machucou a testa de um passageiro. Faço essa linha há 5 anos e já vi arremessarem outras coisas no ônibus também como pedra, pau. É complicado”, disse o motorista.

A sargento Márcia da PPM, em entrevista à Banda B, contou que o homem estava bastante agitado e deu trabalho até mesmo dentro da viatura. “A vítima que estava ferida o segurou até a chegada dos policiais e, mesmo assim, ele continuou agitado e se debatendo. Ele chutou a viatura e deu trabalho”, disse.

Silva foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), no bairro Portão. Ele já constava com passagens pela polícia por furto.


2 comentários

  1. Viezzer
    terça-feira, 3 de setembro de 2013 – 16:38 hs

    Quem espera o passageiro é o táxi. É o passageiro que deve esperar o ônibus.

  2. Ferzão
    terça-feira, 3 de setembro de 2013 – 21:22 hs

    Que é isso? Ninguém respeita mais nada… o que fizeram com a nossa Curitiba?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*