Gilbertinho chama Petrobrás da Bolívia de subimperialista | Fábio Campana

Gilbertinho chama Petrobrás da Bolívia de subimperialista

De Guilherme Waltenberg, Agência Estado:

SÃO PAULO – O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, defendeu nesta terça-feira, 3, que o Brasil tem que repensar seu modelo de desenvolvimento nacional e repensar as relações das empresas transnacionais brasileiras em outros países. Segundo ele, algumas empresas brasileiras, como a Petrobrás, reproduzem nos países vizinhos um comportamento impositivo que empresas de nações desenvolvidas teriam exercido no Brasil.

“Temos que ter a autocrítica de reconhecer, por exemplo, que a presença da Petrobrás na Bolívia era sim um modelo que dava corpo, dava razão, para aquilo que chamavam de comportamento subimperialista. O Brasil reproduz em relação ao seus vizinhos o mesmo comportamento que o grande imperialismo de primeiro mundo a nosso respeito”, avaliou. Em maio de 2006, o presidente Evo Morales anunciou a estatização do setor de hidrocarbonetos, que impactou diretamente a petroleira brasileira.

Na semana passada, a relação brasileira com os bolivianos viveu momentos de tensão com a fuga do senador boliviano Roger Pinto Molina, que estava asilado na embaixada brasileira em La Paz, mas o governo de Morales não emitiu salvo conduto para que ele viesse ao Brasil. Ele fugiu com ajuda de um diplomata brasileiro.

Segundo Carvalho, muitas dessas atitudes das empresas se dão em função da alta competitividade na hora de levar os negócios ao exterior. “A realidade não é simples em função da questão da competitividade”, ressaltou.

Ele defendeu, no entanto, que haja uma mudança nesse quesito. “Quem muitas vezes representa o Brasil nesses países, para além e com muito mais publicidade que a embaixada, são as empresas”, concluiu.

O ministro participou na manhã desta terça-feira, 3, da Conferência Ethos 2013, em São Paulo, e proferiu palestra com o tema ”Ampliando a competitividade do País por meio de suas empresas transnacionais”.


8 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 4 de setembro de 2013 – 12:19 hs

    Há pessoas que, no serviço militar, eram chamadas (hoje dir-se-ia bullying) de “subnitrato de excremento de peido de minhoca desidratada”, pelas suas inteligências originais e incomuns.

  2. antonio Carlos Carvalho
    quarta-feira, 4 de setembro de 2013 – 13:45 hs

    Pergunta que não quer calar: Esse cara é ministro do governo brasileiro, ou é simplesmente um reles defensor dos bolivarianos??? o Pt está devendo ao Brasil. O PTralhas corrompem e deixam corromper.

  3. Fui II
    quarta-feira, 4 de setembro de 2013 – 15:22 hs

    Só sai meleca da boca deste imbecil. Já deram a PTbras para os uevos morales, já acabaram com a Petrobras, que virou PTbras, tamanha a incompetência e roubalheira dessa corja de PTralhas

  4. antonio carlos
    quarta-feira, 4 de setembro de 2013 – 20:02 hs

    É realmente admirável o que o fofoqueiro pé vermelho fez, não teve medo de mostrar como pensa, em nome da ideologia que se vão os anéis e os dedos, tudo em nome do ideal socialismo. E de um socialismo trotskista, revolucionário, do tipo mais atrasado possível, coisa de antes da queda do Muro de Berlim. Até na China o socialismo pregado pelo Gilbertinho não tem mais lugar.

  5. antonio carlos
    quarta-feira, 4 de setembro de 2013 – 20:02 hs

    É realmente admirável o que o fofoqueiro pé vermelho fez, não teve medo de mostrar como pensa, em nome da ideologia que se vão os anéis e os dedos, tudo em nome do ideal socialista. E de um socialismo trotskista, revolucionário, do tipo mais atrasado possível, coisa de antes da queda do Muro de Berlim. Até na China o socialismo pregado pelo Gilbertinho não tem mais lugar.

  6. Fernando
    quinta-feira, 5 de setembro de 2013 – 0:08 hs

    ..é o rabo abanando o cachorro !!!

  7. PIMENTA PURA !!!
    quinta-feira, 5 de setembro de 2013 – 5:42 hs

    Este Gilberto é nada mais nada menos do que sinônimo de poluição
    visual e auditiva. Precisa matricular este cara no Mobral…

  8. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 5 de setembro de 2013 – 9:02 hs

    Estão entendendo errado o recado de Cazuza que pedia pro Brasil mostrar a cara.
    Asilo para Baptisti, desdenha de Lula para com prisioneiros políticos na Ilha dos Castro, deportação de atletas cubanos, vistoria de avião brasileiro, estatização à mão armada da refinaria da Petrobrás na Venezuel: está mostrando a bunda…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*