Dois caminhos para Marina | Fábio Campana

Dois caminhos
para Marina

Do Lauro Jardim:

Em volta de Marina Silva, há uma divergência sobre o que fazer se a Rede não vingar.

Seu marido e os auxiliares mais próximos acham que Marina não deve filiar-se a partido algum para a disputa de 2014, para reafirmar que é diferente dos outros políticos. Reforçaria, assim, o discurso da Rede para 2016.

Já os políticos que a cercam, Walter Feldman, Heloisa Helena, principalmente, querem que Marina entre num partido e se lance candidata a presidente.


5 comentários

  1. LENZA TOLEDO
    segunda-feira, 30 de setembro de 2013 – 10:38 hs

    Ela é diferente no que? Diferente da Dilma, por acaso? É cada figura que se atravessa no caminho dos brasileiros. Mais algum lobo(a) aí disfarçado(a) de ovelha? …Povo brasileiro, vamos analisar melhor as coisas.

  2. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 30 de setembro de 2013 – 12:16 hs

    O CAMINHO DO ACRE.

  3. Pedro Rosa
    segunda-feira, 30 de setembro de 2013 – 12:28 hs

    Realmente Marina Silva é uma “grande novidade” no cenário político nacional. Fez sua carreira no PT do Acre, sendo vereadora em Rio Branco, deputada estadual e depois senadora eleita por este Estado. Desfiliou-se do Partido dos Trabalhadores somente em 2009 para candidatar-se a Presidente da República nas eleições de 2010 pelo Partido Verde, PV, uma vez que não seria a candidata pelo PT naquelas eleições.
    Pratica o mesmo troca-troca de partidos numa véspera de pré-campanha eleitoral, rotina bastante comum na política tradicional brasileira.
    Com certeza é uma “grande novidade”. . .

  4. juarez
    segunda-feira, 30 de setembro de 2013 – 14:39 hs

    NÃO SEI O ACHAM DESSA MARINA COMO POLÍTICA E EXECUTIVA. FOI MINISTRA DO MEIO AMBIENTE QUASE TODOS OS DOIS GOVERNOS DO LULA. TIVEMOS O MAIOR DESMATAMENTO DO PAÍS E UM DESMANDO TOTAL. NÃO TEM EQUIPE E PRINCIPALMENTE COMPETÊNCIA E ATITUDE!!!

  5. segunda-feira, 30 de setembro de 2013 – 16:22 hs

    Só gostaria de saber PORQUE tem de se filiar a uma QUADRILHA, para poder ser candidato? Eu como eleitor, sou contra o partido, mas voto no candidato. Eu não voto no partido(QUADRILHA).

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*