Corte de cargos em comissão economiza R$ 48 milhões anuais | Fábio Campana

Corte de cargos em comissão economiza
R$ 48 milhões anuais


Com o corte de mil cargos em comissão determinado pelo governador Beto Richa, a economia será de R$ 48 milhões por ano no pagamento de servidores sem vinculo com o Estado, o que não é de somenos em período como este de aperto de caixa que estamos vivendo. Novas medidas de enxugamento da estrutura do Estado serão adotadas até o fim do ano.


3 comentários

  1. zangado
    sábado, 28 de setembro de 2013 – 15:22 hs

    A inversão de valores que há tempos viceja em nossa sociedade faz com que vejamos esse corte de cargos como “economia” quando na realidade foi abusiva prodigalidade governamental esse tempo todo com o dinheiro público para atender interesses personalíssimos do governo e dos apadrinhados comissionados.

    Se foram cortados é porque eram supérfluos pois em dificuldades financeiras na sua vida privada você nunca corta o essencial, sempre começa pelos supérfluos.

    No caso, um supérfluo de 48 milhões anuais – para o governador, para nós, da sociedade, que pagamos esse preço, é um baita dinheiro que para nada serviu nesses 3 anos e pico de “governança” ou gastança, se quiserem.

  2. antonio carlos
    sábado, 28 de setembro de 2013 – 17:14 hs

    Antes tarde do que nunca hein Beto. Demorou hein. Mas depois da reeleição não volte a reempregar os demitidos de hoje, porque vai ficar muito feio.

  3. sara
    sábado, 28 de setembro de 2013 – 20:11 hs

    CORTE DE CARGOS NAO SIGNIFICA ECONOMIA NO CAIXA DO GOVERNO. SÓ VAI SER CONSIDERADO ECONOMIA SE OS 1000 CARGOS QUE EE DIZ QUE VAI EXTINGUIR ESTIVEREM OCUPADOS E SE OS SEUS OCUPANTES FOREM DEMITIDOS. SO VAMOS ACREDITAR QUANDO ESSAS EXONERACOES FOREM PUBLICADAS NO DIARIO OFICIAL. ALGUÉM ACHA QUE ISSO VAI ACONTECER?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*