Chuva deixa quase 200 desalojados e atinge 26 municípios do PR | Fábio Campana

Chuva deixa quase 200 desalojados e atinge 26 municípios do PR

Do G1 PR:

Quase 200 pessoas estão desalojadas por causa da chuva que atinge o Paraná desde a tarde de sexta-feira (20), segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual, às 8h15 desta segunda-feira (23). Ao todo, 61 pessoas estão desabrigadas. O número de pessoas afetadas aumentou de 26.220 para 26.786. O número de casas danificadas é de 6.902. Ao todo, 26 municípios foram atingidos. A maior parte dos estragos foi causada em virtude dos ventos fortes e do granizo, segundo a Defesa Civil.

A chuva deu uma trégua entre a noite de sexta-feira e a manhã de sábado (21), mas voltou a cair com intensidade no período da tarde. Até o início da manhã desta segunda-feira ainda chovia forte em Cidade Gaúcha, Icaraíma, Morretes, Nova Fátima e Paranapoema.

Em Corbélia, município mais afetado, 23 moradores ficaram feridos após tentar arrumar os telhados. Até a manhã desta segunda-feira, 21 permaneciam internados. Três deles em estado grave.

Em Corbélia, 10 mil moradores foram afetados e três mil residências ficaram danificadas. Na tarde de domingo (22), o governador Beto Richa (PSDB) esteve na cidade. Ele sobrevoou o município de helicóptero e conversou com voluntários que estão trabalhando no atendimento aos afetados.

O prefeito Ivanor Bernardi (PSD) adiantou que deve decretar situação de emergência no município até o período da tarde, quando deve concluir os cálculos do prejuízo. A princípio, 80% da cidade foi afetada. Dados iniciais apontam para um prejuízo de R$ 10 milhões.

Cidades vizinhas como Cafelândia e Cascavel estão enviando voluntários e máquinas para ajudar na limpeza e reparos de ruas e imóveis. “O tempo ainda está fechado por aqui, com uma garoa caindo. Mas logo o sol deve sair e em dez dias já estaremos retomando a nossa rotina”, comentou o prefeito.

Em Guarapuava, os estragos foram causados pela chuva da madrugada e da manhã de domingo. Os bairros Boqueirão, Vila Bela e Santa Cruz foram os mais atingidos pelas chuvas de domingo com 376 casas destelhadas. Ninguém ficou desabrigado na cidade, de acordo com os bombeiros. Torres de telefone foram derrubadas com a força do vento que atingiu 87 km/h, segundo o Simepar e os moradores ficaram sem energia até as 14h de domingo.

Ainda na manhã desta segunda-feira, funcionários da prefeitura trabalhavam para cortar e retirar as árvores das ruas prejudicadas pela queda de árvores.

Treze mil metros quadrados de lonas foram distribuídos em Guarapuava pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e a Secretaria de Assistência Social. Outros 40 mil metros foram distribuídos nas outras cidades da região. Ainda conforme o boletim, a cidade de Itapejara do Oeste concentra o maior número de desalojados – 180.

Em Londrina, no norte, mais de 15 mil residências estão sem energia elétrica na manhã desta segunda-feira. De acordo com a Companhia Paranaense de Energia (Copel), as interrupções foram causadas pela forte chuva que atingiu a cidade na tarde de domingo (22), quando foram registrados ventos de até 107 km/h, derrubando galhos, árvores e objetos contra a rede elétrica. A Copel ainda não tem previsão de quando o fornecimento será normalizado. Confira a matéria completa.

Entre os outros municípios atingidos estão Ampére, Campina do Simão, Cantagalo, Capanema, Chopinzinho, Coronel Vivida, Francisco Beltrão, Guaraniaçu, Guarapuava, Londrina, Marmeleiro, Marquinho, Nova Esperança do Oeste, Nova Prata do Iguaçu, Prudentópolis, Realeza, Salto do Lontra, Santo Antônio, São João, Turvo e Verê.

Semana gelada
A chuva deve dar uma trégua até o início da noite desta segunda em praticamente todo o estado, segundo a previsão da Somar Meteorologia. Contudo, uma massa de ar polar se aproximada do estado e derruba as temperaturas. Nesta terça-feira (24), os municípios de Clevelândia, Guarapuava e Castro devem amanhecer com mínimas em torno de 5ºC. Já na quarta (25), as mínimas ficam ainda mais baixas e podem chegar a 0ºC.
tópicos:


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*