A corrida pela pasta da Integração Nacional racha o PMDB | Fábio Campana

A corrida pela pasta da Integração Nacional racha o PMDB

Do Painel, Folha de S.Paulo:

Sede ao pote A corrida pela pasta da Integração Nacional rachou o PMDB. Renan Calheiros (AL) quer emplacar Luciano Barbosa, ex-prefeito de Arapiraca. O nome é rechaçado pela bancada da Câmara e por senadores incomodados com o apetite do presidente da Casa. Deputados fizeram chegar ao vice-presidente Michel Temer que, se Renan indicar o ministro sem o aval do resto da sigla, haverá “guerra” na Câmara. Querem um nome consensual no Congresso, como o senador Vital do Rêgo (PB).


Um comentário

  1. Gardel
    sexta-feira, 20 de setembro de 2013 – 16:25 hs

    O PMDB me lembra da minha infância em Castro – PR. Na hora do almoço, cado osso jogado aos cães, o que se via era uma peleia ferrenha na disputa do osso, era de arrancar orelha. Assim comporta o PMDB na disputa de cargos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*