PT tem que pedir desculpa sobre Gaievski, diz Assis do Couto | Fábio Campana

PT tem que pedir desculpa sobre Gaievski, diz Assis do Couto

O PT está em autoflagelos. Internamente as discussões são impublicáveis, mas pela primeira vez na história do partido do Paraná, uma das suas lideranças, o deputado federal Assis do Couto, vem a público para dizer que “o PT errou e tem que pedir desculpas à sociedade” pelo escândalo Eduardo Gaievski – o ex-assessor de Gleisi Hoffmann (Casa Civil), acusado de pedofilia no Paraná.

“Fui, por diversas vezes, atacado por Eduardo Gaievski. Independente de pertencermos à mesma agremiação partidária, tive minha honra e minha moral atingidas. Isso me fez perceber que não se tratava de um embate com razões puramente políticas”, diz Couto em artigo publicado nos jornais do Paraná. Leia a seguir a sua íntegra.

Caso Gaievski: o PT deve uma resposta – por Assis do Couto

A imprensa nacional e regional trouxe nos últimos dias um assunto que exige reflexão e manifestação pública do Partido dos Trabalhadores, em especial da coordenação no Sudoeste do Paraná. Ontem pela manhã, no programa Sete e Meia, da Rádio Educadora AM de Dois Vizinhos, fui indagado sobre o caso.

Confesso que pensei duas vezes se deveria, ou não, me manifestar. Ponderei que o Partido dos Trabalhadores deve uma resposta à sociedade. Mais que isso, um pedido de desculpas. Ainda, que na condição de liderança histórica do PT na região, não posso me omitir.

O que eu disse ao comunicador responsável por aquele programa está, em síntese, retratado neste texto.

Fui, por diversas vezes, atacado por Eduardo Gaievski. Independente de pertencermos à mesma agremiação partidária, tive minha honra e minha moral atingidas. Isso me fez perceber que não se tratava de um embate com razões puramente políticas.

Lamento profundamente que os movimentos promovidos para expulsá-lo, há algum tempo, do Partido dos Trabalhadores, não tenham prosperado. Nesta semana, a Executiva Estadual determinou a sua imediata suspensão dos quadros do partido em razão dos fatos divulgados e, em especial, a divulgação da decretação de sua prisão preventiva.

Várias pessoas com história dentro do partido alertaram sobre sua figura, sua personalidade, e suas atitudes abusivas e temerárias. Para nós, do Partido dos Trabalhadores, é triste. É lamentável.

Houve falhas. O presidente Lula nos ensinou muito isso. Todos cometem falhas, mas é preciso admitir a culpa e reparar o erro. Essa é a resposta que precisa ser dada.

Isso é um prejuízo para a sociedade, e o PT precisa pedir desculpas à população de Realeza e às famílias que passaram pelo suposto constrangimento. Esta é uma marca que o nosso partido vem constantemente buscando combater: a violência contra a criança e o adolescente e a violência contra a mulher.

Assis do Couto é deputado federal pelo PT do Paraná


12 comentários

  1. Mané do Sudoeste
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 11:20 hs

    Parabéns dep.ASSIS, atitude de homem grande,se todos os homens públicos fizessem isso,a política seria diferente.Conheço o deputado,seus familiares foram meus vizinhos,pessoas simples,humildes e o deputado também.O que ocorria é que o ex-alcaide se aliou a ZECA DIRCEU,todos sabem de quem é filho,se tornando um para-quedista no Sudoeste,e desprezou o dep.ASSIS,para fazer todos sabem “artimnhas,coluio”,pois o ZECA não é da região,e o dep. ASSIS não compactuava e não compactua disso,tenho certeza..

  2. Miguel
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 11:24 hs

    O Dep ja condenou. Se o fez tem certeza das acies do ex-prefeito. Se ele ja sa ia como a Gleise nao sabia?

  3. Parabéns!
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 11:33 hs

    Exatamente isso!

    É inadmissível que uma pessoa com esse “currículo” possa assumir um cargo na Presidência da República.

    Ainda bem que temos representantes que admitem a necessidade de o PT se retratar.

  4. carlinhosjp
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 11:42 hs

    Fico pensando com meus botões… Nos dias de hoje, se o nobre Gaievski tivesse levado para o motel ao invés de menininhas, rapazinhos, será que estaria sendo perseguido desta forma?!

  5. xisburge
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 13:31 hs

    Haha, O coitado do Assis foi isolado dentro do partido pela greisi, gaievski, luciana e zeca do PT.

    agora ele dá risada da corjinha.

  6. sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 13:39 hs

    Parabens pela atitude deputado!

    Nao existe vergonha em se retratar, isso mostra que em meio a tanta poucs vergonha, existe pessoas com principios e carater.

  7. Vargas
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 14:32 hs

    A “violência contra a criança e contra a mulher” não podem ser exceção em qualquer discurso político. A preocupação tem de ser isonômica para todos, velhos e homens incluídos. Mas, vindo de petistas cujo partido participou decisivamente na criação da figura do deputado-ladrão-presidiário, 25 anos após a construção da CF88 que obstruiu e não assinou, que aparelhou 60% do STF, seguramente não fugiria ao coro. Acertou no levantamento da suspeição do “coordenação do PT do Sudoeste”. Ora, se a árvore sudoestina do petê mandou o fruto que mandou para a “casa civil brasileira”, é possível que a árvore toda esteja comprometida. É uma hipótese possível levantada pelo deputado em seu discurso. Se houver investigação, então, poderá não ser absurdo encontrar-se no Sudoeste grupelhos ligados à “educação” e à “saúde”, por exemplo (é o mais comum no Brasil), que podem estar ligados à lavagem de dinheiro através de suas empresas de “sucesso” e de fachada. Caso houvesse, poder-se-ia, ainda, encontrar outras filiais de “sucesso absoluto” em Brasília, interior do Estado de São Paulo, Santa Catarina… Quem sabe o que poderia ser levantado? O discurso do deputado mostra que o petê do Sudoeste tem de levar um chacoalhão, e pessoas públicas não devem fazer política se temem investigação, principalmente aquelas neo-milionárias – ex-pé-de-chinelos conhecidíssimas – que militem em um partido supostamente de trabalhadores assalariados.

  8. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 17:29 hs

    Se o P erda T otal haver de se desculpar por todos os males feitos aos brasileiros, ficará o resto da vida ajoelhado, de mãos postas.
    Alguém dirá o mesmo do peessedebê. Que fique genuflexo, também, embora os erros dele não justifiquem os dos períodos lulodilmistas, pois estes vieram para sanear os malfeitos tucanos.

  9. sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 19:30 hs

    BANDIDO A SERVIÇO DO PT

  10. ivan
    sexta-feira, 30 de agosto de 2013 – 22:09 hs

    . ESSE PT ( PARTIDO DOS TRAMBIQUEIROS) tem que PERDER , SEM DÓ NEM PIEDADE as ELEIÇÕES do ano que vem …

    . A moralização da política começa por aí .

    . ACORDE POVÀO … CHEGA DE PT …

  11. V1D4L0K4
    sábado, 31 de agosto de 2013 – 10:53 hs

    ISSO É O LIXO PT.

    São aborPTistas…
    EstuPTradores…
    AnPTI Cristo…

    FORA PT. FORA GLEISE ABORTISTA E SEUS AMIGOS ESTUPRADORES.

  12. Anônimo
    sábado, 31 de agosto de 2013 – 15:03 hs

    Como ex-dirigente do PT de Realeza , no dia que tomei conhecimento da filiação de Eduardo A. Gaievski, propus a impugnação de sua filiação. Voto vencido. Após sua eleição para prefeito, novamente, levantei a hipótese de sua desfiliação por considerá-lo, autoritário, centralizador, manipulador, promovedor de INTRIGAS e, PRINCIPALMENTE, porque Gaievski era um INFILTRADO no partido(provavelmente) por dirigentes do PMDB e associados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*