Morador de rua tenta tirar arma de GM e leva tiro acidental | Fábio Campana

Morador de rua tenta tirar arma de GM e leva tiro acidental

Da Banda B:

Uma confusão na tarde deste domingo (25) no bairro Fazendinha, em Curitiba, deixou um morador de rua ferido por um disparo de arma de fogo da Guarda Municipal. O andarilho Pablo Rafael Lourenço, 21 anos, avançou na arma de uma supervisora dentro do Núcleo da GM, na esquina da rua Raul Pompéia com a Waldemar Cavanha. Ela estava distraída levando um copo d’água pedido por ele quando, na confusão, a arma disparou e acertou o abdômen do morador de rua. Ele foi socorrido e está em estado grave.

A Guarda Municipal foi acionada para resgatar o jovem que causava transtornos aos clientes de uma panificadora da rua Raul Pompéia há três dias. Guardas o levaram a esse Núcleo enquanto tentavam contato com uma equipe da Fundação de Ação Social (FAS). De acordo com a supervisora do local, por volta das 13h30, Pablo pediu um copo d’água e no momento em que entregava o copo a ele, o morador de rua avançou na arma, que estava na cintura, causando um disparo acidental.

Os socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados. Pablo foi encaminhado ao Hospital Trabalhador, no bairro Portão, com um tiro no abdômen. Antes da confusão, o andarilho contou aos guardas que mora em Santos, no estado de São Paulo, e uma briga com o pai o fez fugir de casa. Há indícios de que o jovem tenha problemas psíquicos.


3 comentários

  1. Dunga
    segunda-feira, 26 de agosto de 2013 – 13:28 hs

    A violencia tá grande até os guardas estão com medo e tem que se proteger , , Uns 15 dias atras , robaram o carro da GM , e algemaram os outros que foram atender a ocorrencia, tá mals isto !!! rs.

  2. antonio carlos
    segunda-feira, 26 de agosto de 2013 – 18:09 hs

    Coitadinho deste morador de rua, ele só queria brincar com a arma de fogo da GM. Na próxima vez mais cuidado quando for dar água a alguém, dona GM, talvez o cara não queira só a arma, queira o celular e a carteira.

  3. Wilian Souza
    segunda-feira, 26 de agosto de 2013 – 19:07 hs

    O problema é que atualmente a FAS está dando muita confiança para os moradores de rua, que intimidam todos, dizendo que são amigos da primeira dama, que mandam e desmandam. Estes caras são na sua maioria bandidos que fazem trafico de drogas, roubam e matam se necessário for.
    Antes eles tinham respeito por nós da prefeitura, hoje eles nos mandam calar e nos prometem de morte. Muito grave o que está acontecendo. Estamos com medo de trabalhar na guarda municipal por causa deste povo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*