Maritza Maira Haisi assume a Delegacia de Homicídios de Curitiba | Fábio Campana

Maritza Maira Haisi assume a Delegacia de Homicídios de Curitiba

Mais mudanças na Polícia Civil do Paraná. O delegado-geral Riad Braga Farhat divulgou os novos nomes nesta sexta. Oito policiais foram trocados na Divisão Policial da Capital e na Delegacia de Homicídios de Curitiba. A delegada Maritza Maira Haisi assume a Delegacia de Homicídios, antes chefiada por Rubens Recalcatti. Na DPCap, Alessandro Roberto Luz será o delegado-adjunto.


8 comentários

  1. Joao Carlos
    sexta-feira, 2 de agosto de 2013 – 22:34 hs

    Dra Maritza é muito competente…..Por onde passou fez um trabalho adimiravel…Foi Delegada em Guarapuava e fez muito pela cidade…

  2. BOZO
    sexta-feira, 2 de agosto de 2013 – 23:10 hs

    Sucesso à delegada Maritza … competência ela tem de sobra.

  3. sergio silvestre
    sábado, 3 de agosto de 2013 – 9:43 hs

    É UMA DELEGADA EM QUE SUSPIRAMOS DE VONTADE DE SER PRESO POR ELA.DEPOIS SER SABATINADO POR HORAS A FIO.

  4. HENRY
    sábado, 3 de agosto de 2013 – 10:12 hs

    COMPETENTE. MAS NÃO CHEGA AOS PÉS E TAMBÉM NÃO TEM A MESMA DISPOSIÇÃO DO RECALCATTI.

  5. sábado, 3 de agosto de 2013 – 12:46 hs

    Espero que o D.g. não tenha dado um tiro no próprio ao tirar alguns delegados, inclusive o da homicídios, sucesso a nova delegada.

  6. Alessandro
    sábado, 3 de agosto de 2013 – 17:46 hs

    Não entendi a troca, considerando a competência do Delegado Recalcatti.
    Mas que a delegada seja bem sucedida em seu novo cargo.

  7. caruncho
    sábado, 3 de agosto de 2013 – 18:30 hs

    NADA CONTRA A COMPETENTE MARITZA, MAS TIRAR UM DELEGADO OPERACIONAL COMO O RECALCATTI SÓ PARA MOSTRAR FORÇA É DECLARAÇÃO DE BURRICE. INFELIZMENTE A SEGURANÇA DO PARANÁ FICOU A MERCE DOS POLITICOS DE PLANTÃO. MAS O GOVERNADOR VAI VER O RESULTADO EM OUTUBRO DE 2014.

  8. Anita
    segunda-feira, 5 de agosto de 2013 – 3:24 hs

    Sucesso à Delegada Maritza, que já fez uma gestão competente na DH e saiu de lá por razões de cunho claramente político. Os tempos são difíceis e a cobrança pelos resultados são a ordem do dia, mas penso que ela e sua equipe conseguirão apresentar boas respostas. E no momento não pode ser de outra maneira, a Delegacia de Homicídios é a de maior visibilidade dentro da Polícia Civil, agora é preciso que os investimentos sejam correspondentes: material e treinamento adequados são imprescindíveis, pois não há como sair para investigar com carros sucateados e sem equipamentos mínimos para o exercício da investigação. Um Delegado titular e sua equipe podem muito, mas não podem fazer milagre, é indispensável um mínimo de investimento.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*