Fomento tem R$ 320 milhões para resíduos sólidos | Fábio Campana

Fomento tem R$ 320 milhões para resíduos sólidos

A Agência Francesa de Desenvolvimento aprovou proposta da Agência de Fomento de abertura de linha de financiamento no valor de R$ 320 milhões para apoio às políticas municipais de tratamento de resíduos sólidos no Paraná. Do total, R$ 100 milhões devem ser aplicados no setor público, financiamento de obras municipais e consórcios municipais, e R$ 220 milhões para empresas que atuam no segmento: Sanepar, concessionárias e prestadoras de serviços na área de gestão de resíduos sólidos.


2 comentários

  1. SEPULVIDA
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 13:40 hs

    Enquanto não parar esta brincadeira e definir quem deve ser levar em frente a questão dos resíduos o Paraná vai continuar em posição de Bangaladesh! A Sanepar só entra se tiver lucro$$$, mas por enquanto já provou que não cuida nem do esgoto. Será vai conseguir absorver resíduos sólidos também ? Com a palavra o Instituto das Águas do Paraná.

  2. aline
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 21:30 hs

    Vamos ver se agora os municípios do Paraná ao menos terminam de fazer os seus Planos Municipais de Gerenciamento de Resíduos Sólidos como preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal n. 12305/2010). No Paraná pouquíssimos já o fizeram e o ano limite era 2012. Neste ano acontece a 4ª Nacional de Meio Ambiente e a temática central é resíduos sólidos. No Paraná ocorreram conferências macrorregionais, cujo nível de discussão foi fraquíssimo e a eleição de delegados para a etapa estadual pura politicagem eivada de paroquialismo. Espero que a etapa estadual (setembro, Foz do Iguaçu) seja mais séria, afinal o assunto é de suma importância e a eleição dos delegados para a etapa estadual mais democrática do que nas etapas anteriores.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*