Dilma, Marina e a faxina | Fábio Campana

Dilma, Marina e a faxina

Ilimar Franco, O Globo

Os aliados do governo Dilma avaliam que é inevitável o desgaste que a presidente enfrenta com o Congresso. Dizem que a derrota no caso do orçamento impositivo, e o fato de ter cedido na Lei dos Royalties, ocorrem porque a presidente nunca deu prioridade, em sua agenda, à relação com os parlamentares.

A presidente iniciou seu mandato investindo na conquista da classe média, preocupada com a força eleitoral de Marina Silva. Dilma transformou num bordão a afirmação de que faria uma faxina no país. E acrescentam que isso desgostou o Congresso e frustou a expectativa de sua base parlamentar.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sábado, 17 de agosto de 2013 – 21:16 hs

    Faxina de araque. Tá todo mundo pendurado nas tetas novamente…

  2. Dieter
    domingo, 18 de agosto de 2013 – 14:52 hs

    Se fosse verdade o lularápio já estaria preso.

  3. JÁ ERA...
    segunda-feira, 19 de agosto de 2013 – 4:35 hs

    A Dilma até tem boa vontade em fazer a faxina mas quebrou o cabo
    da vassoura…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*