Dilma adia decisão sobre novo procurador-geral | Fábio Campana

Dilma adia decisão sobre novo procurador-geral

Da Folha de S.Paulo:

Depois de reunião no Palácio da Alvorada com os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União), Dilma Rousseff adiou para esta sexta-feira (16) a escolha do novo procurador-geral da República.

Integram a lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República para a sucessão de Roberto Gurgel os subprocuradores-gerais Rodrigo Janot, Ela Wiecko e Deborah Duprat, nesta ordem.

Dilma estava disposta a seguir a lista e nomear Janot, mas, nas últimas semanas, reabriu as consultas e pediu aos ministros que sabatinassem os candidatos.

A principal razão da dúvida da presidente é o desejo de nomear uma mulher para o posto pela primeira vez. Quer, no entanto, razões técnicas e de mérito para justificar a escolha caso decida inverter a ordem da lista.

Dilma hesita em mudar o critério usualmente aceito para evitar que haja ilações entre a decisão e a retomada do julgamento do mensalão.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 3:12 hs

    Nenhum da Silva?

  2. Carlos Eduardo
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 8:34 hs

    Foram abertas as negociações.

  3. Parana
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 9:41 hs

    é o fim da picada !!!

    Democracia vagabunda essa brasileira…
    Já foi votado entre eles procuradores eo mais votado foi Rodrigo Janot, e vem com essa conversa nojenta de nomear mulher, tudo tem o momento, se um dia houver uma mulher mais votada, tudo bem senao nao…

    Da nojo esse tipinho da Dilma …da nojo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*