As revistas semanais, por Ernesto Vargas | Fábio Campana

As revistas semanais,
por Ernesto Vargas

Veja deve estar de piada ! Estampa na capa nova modalidade de exercícios fisicos para moldar a musculatura. Parece que a morte de Roberto Civita começa a surtir efeitos….e dos piores ! Nas entranhas, a semanal tenta plantar escândalo numa investigação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre os números da campanha da rainha Dilma em 2010. Força a mão e diz que o ministro do Supremo, Ricardo Lewandowski, deu uma forcinha para passar batido pela prestação de contas do PT. Reportagem especula, mas não traz nada com potência para atingir a medula do velho e bom PT !!! Já os tucanos estão perdendo a cor e cada vez mais depenados.

A relação, aparentemente promíscua, entre a Siemens e os pássaros bicudos ganha corpo. Covas, o vampiro Serra e o bom moço com retórica de padre Alckmin parece que mamaram bem na teta da empresa alemã por décadas. Veja cuida de alimentar essa tese ! Fora isso, a editoria de cultura aborda o homossexualismo do global Félix, personagem da novela das nove, com uma dose permissiva. Matéria alega que o pai do rapaz, um médico garanhão vivido pelo tradicional machão global Antônio Fagundes, não esta errado ao jogar na cara do filho uma infindável lista das mulheres que ele já traçou. Como se todo o pai pegador tivesse de gerar um filho com a mesma fome de….digamos…mulher !
Época faz um exercício de futurologia e apresenta as evoluções e algumas bizarrices da culinária do século 21. O prato principal da matéria é o hambúrguer de carne “sem vaca”, feito com células-tronco do animal, cuja apresentação, em Londres, a revista vangloriou-se de cobrir com exclusividade na mídia brasileira. A matéria especula ainda sobre a futura massificação de insetos no cardápio mundial como fonte proteica, fala da crescente introdução de alimentos geneticamente modificados – até aí, nada de novo – e dos supostos malefícios do trigo. Embora a pesquisa da carne sintética não deixe de ser curiosa e intrigante, ainda é incipiente demais para vislumbrar uma revolução alimentar, como quer mostrar a reportagem. O trecho sobre a história da alimentação humana também carece de fundamentação. Restou a sensação de insuficiência e de uma colagem aleatória de subtemas, despegadas de um fio condutor. Não convenceu. Já a reportagem sobre os manifestantes violentos do black bloc acerta ao compará-los com os fascistas, a quem elegeram como inimigos mortais. Boa também a entrevista com o economista Marcos Lisboa, que ataca a cultura de subsídios e privilégios indiscriminados no Brasil – o que leva a massa geral a pagar o pato. Felipe Patury relata empréstimos suspeitos contraídos pela governadora do Maranhão Roseana Sarney (certamente mais uma calúnia contra a ilibada família) a decadência da Igreja Mundial de Valdomiro Santiago. Vade retro.

IstoÉ segue obstinada em sua missão de minar o PSDB e agora mostra documentos que, supostamente, comprovam que os tucanos no mínimo tinham ciência do cartel dos transportes em SP desde 2008. Um pau por semana, ao passo que as concorrentes só agora se renderam ao tema. Pena que falte credibilidade à IstoÉ. Na editoria mundo, duas pautas interessantes: o deputado brasileiro atacado por xenófobos da extrema direita francesa, e o uso de torres eólicas pela máfia italiana para lavagem de dinheiro – matéria que rendeu o belo título “Energia limpa, dinheiro sujo”. O crime na família de PMs de São Paulo, que se estivesse esclarecido fatalmente iria à capa das semanais, virou matéria amorfa. Afora isso, o tédio dominante. E vivamos com vigor uma nova semana de frio ! Abs.


4 comentários

  1. ivan
    domingo, 11 de agosto de 2013 – 23:25 hs

    . Velho e bom PT ???

    . Que é ISSO … Chega de Pt ( partido trambiqueiro )

    . Apague isso, imediatamente …

  2. sergio silvestre
    domingo, 11 de agosto de 2013 – 23:32 hs

    É o ocaso da biblia dos tucanos,sem posição nem imaginação,um balaio de gatos escaldados e sem dinheiro.É o fim.

  3. Gardel
    segunda-feira, 12 de agosto de 2013 – 11:59 hs

    Ricardo Lewandowski deve favores ao PT.

  4. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 12 de agosto de 2013 – 12:07 hs

    Petista confesso – de petista não se diz declarado, mas confesso, Ernesto Vargas não pode comentar com imparcialidade, nenhum conteúdo de publicação alguma.
    Lewandowski é santo, os mensaleiros beatos, a venda da refinaria de Pasadena é invenção da velha mídia, Lula nunca teve nada com Rose Noronha. A única verdade desse meio de mês para Vargas é o caso delatado premiadamente pela Siemens, que, para tirar o dela da reta, espalha gasolina na pira.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*