Advogado de delegado contesta acusação do GAECO | Fábio Campana

Advogado de delegado contesta acusação do GAECO

O advogado do Delegado Gerson Alves Machado, Dr. Rafael Antônio Pellizzetti, encaminhou nota a este blog em que contesta a denúncia de corrupção apresentada pelo GAECO contra seu cliente. É o que segue.

“Sobre a Denúncia apresentada pelo GAECO ao Poder Judiciário: “A acusação do GAECO, COM RELAÇÃO AO DELEGADO GERSON ALVES MACHADO, se baseia num singelo depoimento de um personagem com extensa ficha criminal, Milton Stiegler, que teceu inúmeras acusações levianas contra diversos policiais e Delegados de Polícia do Estado do Paraná.”

Segundo o advogado Rafael Antônio Pellizzetti “Milton Stiegler é ardiloso, totalmente indigno de fé e possui uma imensa ficha criminal, ele conseguiu desviar o foco das intensivas investigações que o Delegado Machado vinha executando contra ele. Tomei conhecimento de uma interceptação telefônica na qual Milton Stiengler conversa com um advogado e diz que pedirá favores a todos os delegados que já corrompeu e gastará o dinheiro que for para prejudicar o Delegado Machado.” O advogado disse também que “é uma lastima que o GAECO execute operações contra a honrada polícia do Paraná baseado em depoimentos de criminosos que agem assim com o fim único de mudarem o foco das investigações policiais e desmoralizar aqueles que os investigam”. Por fim informa o Advogado que foram realizadas diversas diligências pelo GAECO e nenhuma outra prova ou indício foi encontrada contra o Delegado.”

Rafael Antônio Pellizzetti – Advogado do Delegado Gerson Alves Machado


5 comentários

  1. escobar
    quinta-feira, 15 de agosto de 2013 – 20:55 hs

    Honrada policia do paraná! Kua, Kua, Kua. Esse advogado é um brincalhão.

  2. Roberson Yuk
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 0:10 hs

    E o ex delegado gredal nao sabia de nada? Kakakakaka……

  3. Anônimo
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 7:58 hs

    haaaaaaaaaahahahahahahahahahahahahahahah!
    Desejemos que não esteja se referindo aos TORTURADORES presos, pois é internacionalmente sabido que eles existem aqui no Paraná,

  4. Anonimo
    sexta-feira, 16 de agosto de 2013 – 14:33 hs

    Acho que está coberto de razão, tudo bem duvidarem de certos policiais mas contra o Delegado Machado não foi provado nada, por que o GAECO não fez NADA a respeito quando o delegado apresentou denuncias contra o Stiegler, se ele estivesse envolvido por que ele iria pedir mais de 5 vezes a prisão dele. Podem falar o que quiserem a respeito do Gerson Machado mas quero ver alguém falar do trabalho dele pois onde ele passa ele prende mesmo, se tem que falar fala mesmo e onde ele passa vemos resultados..

  5. renato glotter
    sábado, 17 de agosto de 2013 – 12:02 hs

    Queriam o que? Que o advogado confirmasse o crime do cliente?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*