Vítimas de tortura incluídos no programa de proteção a testemunhas | Fábio Campana

Vítimas de tortura incluídos no programa de proteção a testemunhas

A OAB Paraná requereu na terça-feira (16) à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos e à Polícia Federal a inclusão dos jovens vítimas de tortura na investigação do caso Tayná no Programa Federal de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas. O pedido foi deferido nesta quarta-feira (17) e os quatro já estão sob proteção do programa federal, em local sigiloso.

A OAB Paraná continuará acompanhando as investigações do homicídio praticado contra Tayná Adriane da Silva e a apuração e responsabilização da tortura praticada contra os cidadãos presos. O caso continuará sendo observado pelos advogados José Carlos Cal Garcia Filho (Comissão de Defesa dos Direitos Humanos), Priscilla Placha Sá (Comissão da Advocacia Criminal) e Edward Rocha de Carvalho (Comissão de Prerrogativas), designados pela OAB Paraná.

Com relação ao deslocamento de competência das investigações referentes às denúncias de tortura para a Justiça Federal, o presidente da OAB Paraná fez o pedido pessoalmente à Subprocuradora-Geral da República, Cláudia Marques, e a representantes da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos.

A OAB Paraná também irá analisar de forma minuciosa a conduta ético-profissional do advogado anterior do caso.


7 comentários

  1. Escritor
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 23:49 hs

    Tudo bem, só tem um problema. O primeiro suspeito do crime deu depoimento poucas horas depois de ser preso e confirmou sua culpa e dos demais. As imagens de TV mostram ele sem nenhum tipo de tortura. Esses caras apanharam depois, de ódio que todos ficaram deles. Não estou justificando, as bestas dos policiais – se é que fizeram isso, colocaram tudo a perder se eles são mesmo culpados. O problema é que agora esses quatro estão sendo tratados como vítimas e viram nisso a oportunidade de saírem livres. De qualquer maneira, acredito que ficará comprovado que eles são os culpados. Dai quero ver a cara de todo mundo desse episódio lamentável em nosso estado.

  2. Vitor
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 6:15 hs

    A Proteção foi feita para proteger testemunhas de crimes, e não marginais. Quem os ameaçou de morte? E gasto com o dinheiro do cotribuinte para aoarecerem na midia como paladinos da Lei, a Justiça logo mostrará a verdade, quem mente. E a justiça de Deus para os poderosos do MP.

  3. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 8:33 hs

    -E os familiares da vítima, no caso da adolescente Tayná, ninguém fala nada…até agora não se sabe o que aconteceu, nenhuma hipótese, nada de investigação….silêncio completo….
    -Mas a população quer saber quem matou a adolescente??? Ninguém quer mais saber sobre estes quatros e todas estas artimanhas de advogados e comissão de direitos humanos!!!!

  4. MONICA TODESCHINI
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 10:11 hs

    Tudo bem que os caras apanharam, mas com certeza foi na cadeia pelos presos, onde eles foram massacrados, pois isto é comum em caso de estupro, todos sabem que isto acontece e fingem que não sabem.
    Tratar estes 4 bandidos como vítimas é o fim do mundo… amigos da familia sabem que eles participaram sim do homicilio e do abuso da menina, niguem tem dúvida disso. Todos na região sabem e tem medo de falar.
    Agora a sociedade vai dar casa e comida pra estes bandidos!
    Mais um absurdo da imprensa e do MP.

  5. cesar - eu mesmo
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 14:10 hs

    E se…???

    como fica???

  6. Anonimo
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 15:59 hs

    É preciso que sejam presos e que paguem pelos seus crimes, o povo não aguenta mais este tipo de coisa por parte da polícia, já não bastam os bandidos, ainda temos que nos preocupar com quem teria que servir e proteger a população.

  7. Antoninho
    quinta-feira, 18 de julho de 2013 – 16:12 hs

    Estão dando muita importância aos quatro rapazes, sim estão certos, mas será que esqueceram que eles foram presos por serem acusados de matar uma pessoa, desculpem advogados e MP. O matador ou os matadores estão soltos, os Pais e Parentes querem saber se não foi eles então vão investigar quem foi…. e falem para a população como estão as investigações se é que estão fazendo alguma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*