Superávit primário do governo central tem o pior resultado do semestre | Fábio Campana

Superávit primário do governo central tem o pior resultado do semestre

Em junho, economia do governo central para pagar dívida pública somou R$ 1,3 bilhão. Secretário do Tesouro Nacional diz que resultado foi ‘bom, dadas as condições atuais da economia’

Martha Beck, O Globo

O fraco desempenho da arrecadação e a forte alta das despesas fizeram com que o governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrasse, em junho, um superávit primário (economia para pagamento de juros da dívida pública) de apenas R$ 1,3 bilhão.

O dado representa queda de 78% em relação a maio, quando a cifra foi de R$ 6 bilhões. No primeiro semestre, o total ficou em R$ 34,4 bilhões, ou 1,48% do PIB, com recuo de 28,3% em relação ao ano passado e o pior desempenho desde 2010.

O resultado no semestre corresponde a 31,8% da meta de superávit primário fixada para o governo central em 2013, de R$ 108,1 bilhões, ou 2,15% do PIB. Já o número global (governo central mais estados e municípios) com o qual o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se comprometeu para o ano é de R$ 110,9 bilhões (2,3% do PIB).


Um comentário

  1. Vigilante do Portão
    domingo, 28 de julho de 2013 – 10:08 hs

    Caminho errado.

    Enquanto isso,

    Dilma e Mantega, vivendo de fantasia, anunciam Bilhões e Bilhões.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*