Presidente gasta o dobro do que Lula com segurança | Fábio Campana

Presidente gasta o dobro do que Lula com segurança

De Tânia Monteiro, Agência Estado:

Nos dois anos e meio do governo da presidente Dilma Rousseff já foram desembolsados R$ 67,1 milhões com “Segurança Institucional do Presidente da República e do Vice-Presidente da República, Respectivos Familiares, e Outras Autoridades”. O valor representa o dobro do que foi gasto no segundo mandato do governo Lula, quando foram desembolsados R$ 32,6 milhões. Os dados foram levantados pelo site Contas Abertas.

A “segurança institucional” se destina a proteger as autoridades e seus familiares em Brasília e nos Estados onde há escritórios regionais da Presidência. O maior deles, em São Paulo, era dirigido por Rosemary Noronha, indicada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afastada por suspeita de tráfico de influência. Existem escritórios em Porto Alegre, onde mora a filha, o genro e o neto de Dilma, e em Belo Horizonte.

O aumento das despesas reflete a elevação de 41% do número de servidores do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) entre 2002 e 2013. Quando o governo Fernando Henrique Cardoso acabou, em 2002, o órgão tinha 646 servidores, sendo 586 seguranças. Em 2003, o número tinha subido para 720, chegando a 833 em 2006.

No início do governo Dilma este número chegou a 898 servidores, sendo 836 seguranças. Em 2012 subiu mais um pouco, atingindo 907 servidores, e em 2013 chegou a 913 funcionários. Com a onda de manifestações de rua, em junho, o esquema de segurança foi reforçado. O Planalto comprou grades estilizadas, colocadas na frente do Palácio. Até então, as grades eram alugadas. Segundo o GSI, nos últimos cinco anos houve a revitalização e modernização de equipamentos e instalações e, em consequência, aquisições de materiais e contratações de serviços. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.


2 comentários

  1. sandra arendt
    segunda-feira, 29 de julho de 2013 – 16:43 hs

    Tanta gente contando moedas no País para dar de comer aos filhos, comprar remédio, comprar material escolar, e essa corja gastanto essa fortuna em segurança. É uma vergonheira de dimensões nunca imagináveis, o governo federal gastar recurso público que poderia ser aplicado em segurança (do povo), educação, infraestrutura na área de saúde para que os médicos existentes possam trabalhar direito, seja nas cidades ou no interior. Para completar, só falta providenciar um posto de abastecimento de óleo de peroba particular para esses FDPs conservarem essa cara de pau sem limites. É este tipo de ingerenciamento político e administrativo, aliado a almas sanguessugas no poder que acabam com nosso amado País.

  2. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 30 de julho de 2013 – 8:15 hs

    Sandrinha: Tai a prova maior da veracidade do velho ditado: Quem tem tem medo…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*