Paciente morre após esperar por atendimento em unidade de saúde | Fábio Campana

Paciente morre após esperar por atendimento em unidade de saúde

Do G1 PR:

Um homem de 57 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu ao esperar por atendimento em uma unidade de saúde 24 horas no bairro Pinheirinho, em Curitiba, no final da noite de quinta-feira (18). A filha dele, Giselle Luiz, disse que o paciente aguardou cinco horas para ser atendido e que houve negligência no atendimento.

“Meu pai estava debilitado, não andava e estava na cadeira de rodas. Eu estava buscando atendimento para ele não porque ele não precisava, mas porque ele é renal crônico”, disse.

Os outros pacientes que estavam no local ficaram revoltados com a situação e chegaram a quebrar uma das portas. Alguns também reclamaram da demora e da prioridade dos atendimentos. Após o tumulto, os médicos e enfermeiros decidiram paralisar os serviços.

A Prefeitura Municipal informou que o atendimento foi normalizado horas depois e que a Secretaria Municipal de Saúde vai investigar quais foram os procedimentos adotados no atendimento do paciente.


13 comentários

  1. A Sociedade Responde
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 11:09 hs

    É sempre assim. Vai investigar e acaba dando em nada, porque esse tipo de negligência acontece todos os dias. Onde já se viu um paciente em cadeira de rodas ter que esperar cinco horas para ser atendido? Será que um familiar do prefeito toparia passar pela mesma experiência? UMA VERGONHA e não é de hoje.

    Aliás, os idosos da unidade Ouvidor Pardinho também estão bravos com o prefeito que alterou o atendimento naquela unidade e jogou muitos deles que moram ali perto para serem atendidos em outros bairros. Sem lógica.

    Também tem que marcar hora para ser atendido por uma enfermeira e só depois é marcado novo dia e hora para ser atendido pelo médico. Assim fica difícil, não? Em vez de melhorar, piora além de irritar o pobre cidadão e contribuinte. Realmente, político não pensa como o povo.

  2. justino bonifacio martins
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 11:11 hs

    Fabio, sabes por que isso acontece? Porque os médicos não querem atender o povão. Querem ganhar mais que qualquer outro profissional e por isso faltam médicos nos postos de saúde. Vejam que estão boicotando o Programa Mais Médicos cuja ajuda de custo poderá chegar a R$30 mil. Faça uma pesquisa e vejam quem recebe hoje R$ 10 mil por mes, quantia que receberá cada médico como bolsa do Ministério da Saúde. Estudam com odinheiro do povo nas Universidades Públicas, de graça, e querem ter privilégios.

  3. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 11:47 hs

    Renal crônico,
    No Posto de saúde?

    Não sei não.

    Pacientes renais são vinculados às clinicas nas quais fazem hemodiálise.
    Tem encaminhamento direto para o hospital de referência.

    Normalmente a Santa Casa.

    Não fica em fila de Posto de Saúde.

    E as tais “equipes de médicos da família”?

    A propaganda da Prefitura, em horário nobre da TV, diz que são centenas de equipes.

  4. Gardel
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 12:25 hs

    E o governo queria queimar 500 milhões com um plebiscito de seu interesse. Para o governo, o povo fica sempre em segundo plano. Na hora de votar, pense na segurança, na saúde, na educação…
    Caso contrario, a classe menos privilegiada estará no bico do corvo.

  5. Fabio José Benthien
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 13:44 hs

    Posto de Saúde é para quem está com dor de barriga.. um absurdo os hospitais não prestarem atendimento de emergência para o SUS sem antes o Cidadão passar pelo posto de saúde e ou chegar ao hospital com uma ambulância!!! Brasil sil sil sil il il !!!

  6. tadeu rocha
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 14:04 hs

    ISSO É UMA COISA CHATA, PREFEITO GUSTAVO, VOCE É PREFEITO HONESTO, TRABALHADOR COMO SEU PAI,SÓ UMA OPINIAO, ……COLOQUE UMA PESSOA DE TUA CONFIANÇA, NAO DOS TEUS AMIGOS, ELE QUE VISITE ESSES POSTO DE SAUDE, SERIA O HOMEM FANTASMA, NINGUEM CONHEÇE ELE, , PARA VOCE VE, MUITAS GENTE NAO TEM CONDIÇOES NENHUMA DE ESTA ALI, MUITOS E MUITAS DESPREPARADO, ELE FAÇA RELÁTORIO PARA VOCE, E VOCE VAI TROCANDO ESSAS PESSOAS INCOPETENTES QUE VAI TE PREJUDICAR, OU SAO PESSOAS MANDADAS

  7. pina
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 14:20 hs

    isto e uma vergonha e este governo investindo e estadio para copa do mundo

  8. Luiza
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 14:50 hs

    Esta gestão está fora de controle. As ações municipais estão engessadas, onde estão os investimentos? O governo do Fruet é de três anos e ponto final.

  9. Mr.Scrooge
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 14:56 hs

    A saúde publica vai realmente muito mal em Curitiba. O secretario municipal da pasta só se justifica, promete e tudo fica como está, até parece que ainda trabalha lá no MS. A realidade aqui do município é bastante diferente daquela sonhada lá no ministério. Com tantos médicos na Prefeitura e em Curitiba o Guga precisava trazer um lá do DF?

  10. DOUGLAS SIRK
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 15:03 hs

    PARECE QUE NÃO ADIANTOU A MUDANÇA NA ÁREA MUNICIPAL. OS PROBLEMAS CONTINUAM NA ÁREA DA SAÚDE. CADA VEZ MAIOR. CADA VEZ PIOR.

  11. Morgana
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 15:35 hs

    Que horror. E na época campanha Fruet tinha solução pra todos os problemas da cidade, não?

  12. marcelo
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 15:41 hs

    A saúde de Curitiba é uma lástima,precisamos de pessoas com real conhecimento na área e não burocratas do governo dilma.

  13. Selma
    sexta-feira, 19 de julho de 2013 – 15:45 hs

    Os procedimentos foram: nenhum.
    Não vê que o cidadão morreu?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*