Mandela está em 'estado vegetativo permanente', diz agência | Fábio Campana

Mandela está em ‘estado vegetativo permanente’, diz agência

Da AFP:

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela está em “um estado vegetativo permanente” e seus parentes já pensam em desligar os aparelhos que o mantêm vivo, segundo um documento judicial de 26 de junho obtido pela AFP.

“Ele está em um estado vegetativo permanente e respira por aparelhos. A expectativa de uma morte iminente está baseada em motivos reais e graves”, escreveram 15 membros da família –incluindo sua esposa Graça Machel e sua filha mais velha Makaziwe– na queixa apresentada contra Mandla, o neto de Mandela que exumou os restos mortais de três filhos do herói da luta contra o apartheid.

“O estado de saúde de Nelson Mandela se agravou e os médicos aconselharam a família Mandela a desligar os aparelhos que o mantêm vivo artificialmente. Para não prolongar o seu sofrimento, a família Mandela considera esta opção como altamente provável”, de acordo com o advogado David Smith, que redigiu o documento.

A queixa, que termina com as palavras “eles esperam enterrar seu pai e avô”, foi apresentada ao tribunal de Mthatha (sul) na quinta-feira, 27 de junho, um dia antes do início da audiência para decidir o caso da repatriação dos corpos para a cidade de Qunu (sul), onde o ex-presidente deseja ser enterrado.

A Presidência sul-africana havia anunciado na noite de 26 de junho que o presidente Jacob Zuma tinha cancelado uma viagem a Moçambique, suscitando temores de que o pior poderia acontecer com o paciente ilustre.

No dia seguinte, indicou que o estado de saúde de Mandela, hospitalizado devido a uma infecção pulmonar recorrente, era “crítico, mas estável”.

Contatada pela AFP, a Presidência não quis comentar a queixa judicial. “Do nosso ponto de vista, fundado nos boletins médicos, o estado de saúde do ex-presidente é crítico, mas estável”, repetiu o porta-voz Mac Maharaj, que pediu para que a confidencialidade médico-paciente fosse respeitada.

SEM SOFRIMENTO

O tom desse documento contrasta com as declarações da esposa de Mandela, Graça Machel, que afirmou esta manhã que seu marido não tem sofrido.

“Há 25 dias estamos no hospital. Embora Madiba nem sempre esteja bem, não sofreu em nenhum momento”, declarou à imprensa em uma coletiva de imprensa da Fundação Mandela, em Johannesburgo.

Com base na queixa apresentada pelos familiares de Mandela, o tribunal de Mthatha determinou na quarta-feira que o neto mais velho do herói nacional, Mandla, devolva os corpos de seu pai, tia e tio para Qunu.

Mandla decidiu sozinho em 2011 transferir os restos mortais ao povoado natal de seu avô, Mvezo, do qual é o chefe tradicional.


Um comentário

  1. Pedro Rocha
    quinta-feira, 4 de julho de 2013 – 22:00 hs

    Taí um homem que, embora íntegro e sem comparação com nossos pequenos políticos, lulla, dilma, e o resto da petezada revanchista poderiam pelo menos tentar copia-lo.
    Esse tinha motivos pra odiar seus algozes, e adversários políticos! Saiu do cárcere onde ficou por mais de vinte anos, continuou sua luta em prol do seu povo, e ao assumir o poder, não pensou em revanche; em ganhar dinheiro fácil, com bolsa apartheid e outras vigarices.
    Muito ao contrário de lulla, dilma, e o resto da canalha, que a troco de algumas horas, e merecidas, que ficaram guardados, já faturaram uma fortuna, e agora tentam jogar a população contra as Forças Armadas, que apenas fizeram aquilo que era, e é a sua obrigação: PROTEGER NOSSAS INSTITUIÇÕES E NOSSA PÁTRIA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*