Justiça proibiu Fruet de fazer propaganda com dinheiro público | Fábio Campana

Justiça proibiu Fruet
de fazer propaganda
com dinheiro público

O jornal Gazeta do Povo traz hoje matéria de Karlos Kohbach com a decisão da Justiça que proibiu a prefeitura de Curitiba de continuar a veicular o nome do prefeito Gustavo Fruet (PDT) nas propagandas de rádio referentes a obras e à redução da tarifa de ônibus na capital. A decisão liminar foi dada pela juíza Lydia Aparecida Martins Sornas, da 2.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba. A juíza entendeu que foi feita propaganda pessoal do prefeito com dinheiro público – o nome de Fruet foi citado nas peças publicitárias.

No despacho, a magistrada afirma que há indícios de que se desrespeitou o princípio constitucional da publicidade em propaganda que, segundo a decisão, atribuiu a Fruet a realização de novas obras municipais e a redução na tarifa de ônibus. A assessoria de Fruet informou ontem que houve um erro na gravação da propaganda e que a veiculação da campanha já havia sido suspensa.

A ação popular é também contra o secretário de Comunicação, Gladimir Nascimento. Motivo: violação constitucional na utilização de verbas destinadas à propaganda institucional para a promoção pessoal, o que é crime grave. A ação pede a condenação de Fruet por improbidade administrativa e a devolução com valores corrigidos do dinheiro público gasto com propaganda pessoal.

Para entender o caso: pressionado pelas manifestações populares, o prefeito de Curitiba foi o último das grandes capitais a anunciar a redução da tarifa do transporte coletivo ( de 2,85 para 2,70, a despeito de todas as isenções e subsídios dos governos federal e estadual).

Para criar um ambiente favorável, a prefeitura de Curitiba, através da Secretaria de Comunicação Social, lançou mão de uma campanha publicitária paga com recursos públicos nas principais emissoras de rádio de Curitiba a partir do dia 20 de junho. No áudio da propaganda oficial foi utilizado o nome do prefeito – “O Prefeito Gustavo Fruet baixou a tarifa…” -, o que configura crime de promoção pessoal com o uso de recurso público.


13 comentários

  1. Rossby
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 12:08 hs

    Olha… o Gustavo me decepciona…. É impressionante como ele mudou de postura após a aproximação com o PT… Faz tudo o que ele não concordava e denunciava… Aliás, essa aproximação já era esdrúxula sem precisar ser gênio prá perceber… Nessa toada (incompetência administrativa, utilização de propaganda para promoção pessoal e outras esquisitices) o futuro de Fruet não é nada auspicioso…

  2. gustavo
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 12:13 hs

    Campana, este prefeito não reduziu o valor da tarifa. Ele reduziu o valor do aumento da tarifa. Agora está gastando milhões na mídia para mentir. Não esqueçamos que reduziu depois de grandes manifestações nas ruas de Curitiba. Ou seja, quando viu o povo gritando o seu descontentamento, se borrou nas calças e reduziu o aumento rapidinho. Ainda bem que será prefeito de um só mandato.

  3. lucasfernandes
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 13:09 hs

    Acho que do jeito que está adm. e com quem e para quem está adm.Curitiba e capaz de não ter mandato até o fim do ano.

  4. Roberto Santos
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 16:02 hs

    Tem mais é que trabalhar e fazer esta equipe produzir.

  5. Mané do sudoeste
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 16:26 hs

    Aliás, porque este juiz não proibe as propagandas do Governo do Estado, Autarquias , Fundações. A lei é para todos ou não. O seu Betinho inaugura um banheiro, já está se esnobando e ninguém fala.

  6. Nene
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 16:28 hs

    kkk. Menos de 6 meses de governo e já usa indevidamente o dinheiro público! Vai mal hein Prefeito.

  7. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 17:51 hs

    Já notaram o afastamento da Gleisinha?

    Não era a MADRINHA do Fruet?

    Quer manter distância do prfeito.

    Assim, quando começarem as reclamações, ela não será lembrada.

  8. Escritor
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 18:00 hs

    O Fruet precisa voltara cursar o MOBRAL. a cada dia ele é mais patético!

  9. ITA-MAR
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 19:09 hs

    DEVERIA SER CAÇADO POR ESTE TIPO DE ATITUDE, APROPRIAÇÃO DE RECURSOS DO POVO. O QUE É ISSO PREFEITO?

  10. LUCÃO DO BOQUEIRÃO
    quarta-feira, 3 de julho de 2013 – 20:35 hs

    tem que se fuder mesmo se aliou com o pt , bando de ladrão.

  11. Jose
    quinta-feira, 4 de julho de 2013 – 9:17 hs

    Provando o gosto do teu veneno?!?! Fui

  12. Bob
    quinta-feira, 4 de julho de 2013 – 10:10 hs

    Temos que ir às ruas protestar contra esse prefeito. Chega de políticos assim. Queremos uma mudança real. Me sinto enganado por esse político. Antes tivesse anulado meu voto.

  13. carlos a.r.
    quinta-feira, 4 de julho de 2013 – 11:12 hs

    O governo do estado fez propaganda a respeito das tarifas de onibus. Gostaria de saber quanto o mesmo gastou?Alias, ninguém deve fazer propaganda nem governo federal,estadual,ou municipal.Não precisa se quer divulgar seus feito e só fazer uma coletiva com a imprensa e pronto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*