Edward Snowden é indicado ao Nobel da Paz | Fábio Campana

Edward Snowden é indicado ao Nobel da Paz

Edward Snowden não tem um passaporte válido ou mesmo um endereço fixo enquanto vive em uma sala no terminal F do aeroporto de Sheremetyeno, em Moscou, na Rússia. No entanto, Snowden pode ganhar um dos mais prestigiosos prêmios para uma pessoa pública, o Nobel da Paz.

O ex-técnico da CIA foi formalmente indicado, nesta segunda-feira (15), ao Nobel pelo professor sueco Stefan Svallfor à premiação, por sua “defesa dos direitos da pessoa humana”.

Em carta publicada no jornal Västerbottens-Kuriren, Svallfor justifica a indicação afirmando que Snowden realizou um “esforço heroico” com “altos custos pessoais” para revelar a existência de amplos sistemas ilegais de vigilância eletrônica, organizados pelo governo americano.

Na carta, Svallfors diz que o exemplo de Snowden é importante por sinalizar que pessoas envolvidas em atos ilegais contra os direitos humanos podem e devem denunciá-los. O professor sueco de sociologia cita o julgamento de soldados nazistas, em Nuremberg, na Alemanha, em 1945.

“Naquele episódio ficou claro que dizer ‘eu só estava cumprindo ordens’ não é uma desculpa válida para atos contrários aos direitos e às liberdades humanas”, escreveu Svallfors.

Uma eventual vitória de Snowden marcaria uma grande contradição em relação à decisão da própria organização do prêmio que, em 2009, concedeu a premiação a Barack Obama, justamente o principal algoz de Snowden neste momento.


10 comentários

  1. verde oliva
    terça-feira, 16 de julho de 2013 – 19:54 hs

    Deveria pedir asilo na China, e continuar sendo o bom moço a praticar boas ações por lá.

  2. Sergio R.
    terça-feira, 16 de julho de 2013 – 20:37 hs

    Depois dessa, Alfred Nobel deve estar se revirando no túmulo.

  3. Pedro Rocha
    terça-feira, 16 de julho de 2013 – 21:13 hs

    Pra mim, esse babaca não passa de um traidor; um moderno Joaquim Silvério dos Reis, na busca de holofotes, fama, e muito, muito dinheiro.
    Deveria enfrentar uma Corte Marcial, e não receber indicação para um Prêmio Nobel.

  4. ingnorantie
    terça-feira, 16 de julho de 2013 – 23:07 hs

    não coaduno com os atos de espionagem americanos… não concordo tampouco com os atos de traição do tal Snowden… não sei o que é verdade e o que é falso, nem o que realmente moveu o dedo duro… também gostaria de saber se os segredos revelados fossem da Suécia, ainda o indicariam ao prêmio nobel?… não creio que o melhor caminho seja premiar o denuncismo, sob pena de não podermos mais confiar em ninguém, apesar que americanos não são mesmo merecedores de confiança!

  5. Ney Camargo
    terça-feira, 16 de julho de 2013 – 23:26 hs

    Merecido ” A Paz é A OBRA DA JUSTIÇA’ E A JUSTIÇA SÓ É FEITA DANDO A CADA UM O QUE É SEU DE ACORDO COM OS PRINCÍPIOS ELEMENTARES DO DIREITO- –

  6. OTIMISTA
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 6:25 hs

    Premio Nobel é para nobres de verdade. Por favor não confundam
    as indicações…

  7. José Carlos
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 7:27 hs

    Alguém poderia perguntar a ele se tem informações sobre a misteriosa refinaria adquirida pelo PT nos EUA, tão esquecida, e tão absurdamente cara aos cofres públicos. Engraçado como este assunto sumiu das redes sociais. Será que é por causa do envolvimento do “ex-zero um” e da “atual”, que antigamente era da Diretoria da Petrobras.

  8. Ale
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 7:51 hs

    O cara da esapionagem se fosse comunista seria bandido, se fosse mucumano seria terrorista, mas como é americano é indicado ao nobel da paz. qta hipocresia igual a piadinha da foto do beto e a dilma.

  9. wal
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 10:17 hs

    se é contra os ianques, tem meu voto

  10. PROTEU DELA RUE
    quarta-feira, 17 de julho de 2013 – 19:09 hs

    Não sei se é para tanto, mas que esse cara eviscerou as entranhas da espionagem americana, eviscerou. Doutro turno, sabem os inciados nos mistérios de Elêusis, que os povos mais sábios sempre comandam os de menor saber, assim não podemos nos defender por uma questão natural – temos pouco conhecimento se comparado com o dos americanos. Fato é que ninguém acredita em delator e nós os tupiniquins daqui alguns dias teremos brasileiros defendendo o ponto de vista dos americanos, como verdadeiros subservientes, lacaios do tio Sam.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*